Bono Vox Vocalista dos U2
Fotografia: iHeartRadio

Bono. 60 anos de sucessos musicais e ativismo social

Nascido a 10 de maio de 1960, na Irlanda, Bono Vox (“boa voz” em Latim), nasceu Paul David Hewson e tornou-se parte integrante dos U2 em 1976, enquanto ainda frequentava o ensino secundário.

Quando o álbum The Joshua Tree os tornou estrelas internacionais, Bono passou a usar a sua fama para dar apoio a vários problemas globais como a pobreza e a SIDA.

Todo este ativismo e empreendedorismo garantiu vários prémios ao artista. Foi eleito “Pessoa do Ano” pela revista Time em 2005 (ao lado de Bill e Melinda Gates) e condecorado cavaleiro do Império Britânico pela Rainha Isabel II dois anos depois.

Bono tem sido bastante reconhecido, não só pelo seu talento no mundo da música como também pelo seu notável trabalho humanitário.

Ativismo através da música

Ao longo da carreira dos U2, Bono escreveu a maior parte dos êxitos da banda que se focavam em temas pouco tradicionais, como a política e religião.

O ativismo social esteve sempre presente na vida do artista, sendo a música um meio usado hoje para despertar a consciência das pessoas sobre problemas mundiais.

Em 2006, os U2 uniram forças com os Green Day para gravar um cover da música ‘The Saints Are Coming’, cujas receitas reverteram para a reconstrução de Nova Orleães após o furacão Katrina. No ano seguinte, com uma interpretação de ‘Instant Karma’, o dinheiro arrecadado foi usado para ajudar a cidade de Darfur durante a guerra.

Fotografia: Olivier Asselin

No início de 2010, ao mesmo tempo que criou a trilha sonora de Spiderman: Turn Off the Dark com The Edge, Bono ainda ajudou na produção do musical que estreou em 2011.

LÊ TAMBÉM 50 anos de ‘Let It Be’, o álbum que ditou o fim dos Beatles

Ativismo global sem fins lucrativos

Ao longo dos anos, e fora das luzes da ribalta, Bono tem tido vários encontros com líderes mundiais e políticos americanos a fim de discutir questões como a dívida dos países em desenvolvimento, a SIDA ou a pobreza mundial e ajudou a fundar duas organizações para combater essas causas.

DATA (Debt AIDS Trade Africa) foi criada em 2002 e dedica-se à luta contra o HIV e pobreza em África. Em 2004 é a vez da campanha ONE fazer da pobreza história e ser apoiada por mais de 100 organizações não lucrativas, incluindo celebridades como Gwyneth Paltrow ou Brad Pitt.

Como parte de seu trabalho com a ONE, Bono ajudou a garantir a aprovação e o financiamento de políticas e programas governamentais que ajudaram a salvar milhões de vidas nos últimos dez anos.

Bono Vox
Fotografia: Kay Nietfeld

(RED), fundação irmã da ONE, faz parceria com as marcas mais icónicas do mundo e pretende aumentar a conscientização pública para a crise da SIDA. Até agora, a (RED) gerou mais de 600 milhões de euros para tratamento e prevenção da doença em África.

Em 2005, Bono e a esposa, Ali Hewson, fundaram a EDUN, uma linha de roupa sustentável que embora seja uma empresa com fins lucrativos, tem a missão de promover o emprego em regiões em desenvolvimento, especialmente em África.

Investimentos milionários

Embora os U2 tenham sido a grande rampa de lançamento para Bono, a grande parte da sua fortuna não parte apenas do sucesso da banda. Segundo relatórios divulgados pelos media britânicos, o cantor comprou 2,3% da rede social Facebook por cerca de 78 milhões de euros, em 2009. Em 2012, o valor desta parcela ultrapassava 1,4 mil milhões de euros.A compra foi feita através do grupo de investimento Elevation Partners que Bono fundou com mais cinco sócios. 

Apesar dos U2 terem vendido mais de 150 milhões de álbuns ao longo das décadas e de ganharem mais de 900 milhões de euros, o investimento no Facebook deu a Bono um lucro de 1,4 mil milhões de euros em seis anos.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Sociedade precisa ser mais feminista para eliminar violência contra as mulheres