Dia da Europa: Parlamento promove iniciativas para celebrar cultura europeia

O Parlamento Europeu uniu esforços para celebrar o 70.º aniversário da Declaração Schuman, um dos símbolos da Europa como a conhecemos hoje.

O Parlamento Europeu em Portugal comemora os 70 anos da Declaração Schuman, através da dinamização de vários eventos culturais, totalmente online e gratuitos, vindos de toda a Europa.

A 9 de maio de 1950, Robert Schuman, Ministro francês dos Negócios Estrangeiros, proferia a célebre Declaração Schuman. Fazia cinco anos desde a II Guerra Mundial, e a urgência europeia era a reconstrução e o evitar de um novo conflito tão prejudicial no futuro. É com a Declaração Schuman que surge a ideia da instituição da CECA (Comunidade Europeia do Carvão e Aço), a primeira das Comunidades Europeias que, em 1992, se tornariam oficialmente na União Europeia.

Na manhã de 9 de maio de 2020, foram iniciadas as comemorações do Dia da Europa no Parlamento Europeu, contando com a especial intervenção de David Sassoli, atual Presidente da instituição, no Hemiciclo – que podem ser revistas aqui.

O projeto REWIND

Da parte da tarde, as comemorações começam a fazer-se em casa e são estendidas a todos os europeus. É o caso do projeto REWIND, uma exposição coletiva online que conta com criações inéditas, de reconhecidos artistas portugueses, elaboradas no contexto de confinamento por si vivido e com os recursos disponíveis, que “reflitam sobre as questões, os padrões, as alterações e as esperanças que este tempo e condição individual, europeia e global instigam“.

A partir das 18 horas deste sábado, e até dia 10 de junho de 2020 (que, em Portugal, simboliza também um grande dia), a exposição está disponível a todos os interessados, bastando aceder em www.rewind-expo.com. As novidades poderão ser acompanhadas também no Instagram oficial do Parlamento Europeu em Portugal. Além disso, a inauguração da exposição será acompanhada de um direto, à mesma hora, no Facebook da mesma instituição (plataforma onde se tem celebrado o dia de diversas formas).

REWIND em direto

O projeto, apesar de produzido de forma a que se prolongue no tempo (durante um mês), tem também outras atividades marcadas especificamente hoje:

Após a sua inauguração às 18 horas, é o momento de homenagear a poesia portuguesa: às 19 horas, transmitido na página de Instagram do Parlamento Europeu em Portugal, temos “leituras livres de Os Lusíadas”. Este é um momento em que vários cidadãos europeus, de várias idades e de várias origens, nos contemplam com a leitura das primeiras estrofes do Canto I da obra de Luís de Camões, lidas em 17 línguas diferentes dentro da grande Europa.

Por volta das 20 horas, aconselha-se aos fãs europeus que estejam atentos ao canal no YouTube do Parlamento Europeu em Portugal, com o momento “Rádio Batida presents Rádio Normal”. Consiste na transmissão de um programa de rádio, acrescido de um DJ set, cuja atuação será feita a partir de uma varanda com vários rádios espalhados em bancos públicos vazios. A´te às 21 horas, dançar-se-á ao som de música de países lusófonos, e apresentar-se-á ainda a peça “Esperança / Hope“, som AfroHouse que expressa a esperança em várias línguas europeias.

Às 21h30, espera-se a atuação de Selma Uamusse (uma jovem cantora moçambicana) e Gospel Collective, que cantam novamente sobre a esperança, em Changana, um dialeto moçambicano. Podemos vê-los no Instagram do Parlamento Europeu em Portugal.

Por fim, às 22 horas, Bruno Pernadas apresenta uma composição original em conjunto com um grupo de artistas, onde se deve esperar a ultrpaassagem das barreiras físicas do isolamento, a partir do qual trabalham e contribuem para o resultado final. Em direto no canal de Youtube do Parlamento Europeu.

A Europa online a partir de 15 de maio…

Pausa durante uns dias e, na próxima sexta-feira (15), temos pela manhã uma conversa sobre a desinformação centrada na situação vivida atualmente, com o surto da COVID-19. A conversa será transmitida na página de Facebook da Lusa, e será conduzida pela Diretora de Informação do órgão, Luísa Meireles, e pela jornalista Sofia Branco, também da Lusa, que falarão com Delphine Colard, Porta-Voz adjunta do Parlamento Europeu, e com a assessora de imprensa Sara Ahnborg. O objetivo é entender quais os desafios enfrentados com o aumento da desinformação neste tempo em que todos estamos fechados em casa, e de que forma está a União Europeia a agir de forma a combater o fenómeno.

Europa Film Fest: uma sala com vista para toda a Europa

O projeto é fruto da colaboração entre o Parlamento e Comissão Europeia e o Programa Europa Criativa, onde enquadramos ainda o LUX Film Prize, anualmente organizado pelo Parlamento Europeu – aqui, é pretendida a promoção do cinema europeu. Para nós, espeficamente, em Portugal.

LÊ TAMBÉM: LUX Film Prize: estará a política assim tão desligada do cinema?

De 15 a 22 de maio, oito filmes europeus estarão gratuitamente disponíveis para visualização na Filmin. A lista inclui cinco filmes vencedores e um finalista da premiação referida, sendo eles, respetivamente, God Exists, Her Name Is Petrunya (2019), de Teona Strugar Mitevska, Toni Erdman (2016), de Maren Ade, Mustang (2015), de Deniz Gamze Ergüven, Ida (2014), de Paweł Pawlikowski, The Broken Circle Breakdown (2013), de Felix Van Groeningen e Mediterranea (2015), de Jonas Carpignano.

Os outros dois filmes a disponibilizar serão Sicilian Ghost Story (2017), de Fabo Grassandonia e Antonio Piazza, e Cartas de Guerra (2016), do nosso conterrâneo Ivo Ferreira, adaptado da obra de António Lobo Antunes.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Manuel Luís Goucha nas tardes da TVI
Goucha. ‘Você na TV!’ tem fim marcado e já se sabe nome do novo programa