Fotografia: Divulgação / DIsney

Crítica. ‘Star Wars: The Clone Wars’ é o que os fãs querem desta saga

A sétima e aguardada temporada da série The Clone Wars chegou ao fim esta semana no dia de celebração de Star Wars. O Espalha-Factos assistiu aos derradeiros episódios da série de animação da Disney e antecipa o que podemos esperar.

Quando a Disney adquiriu a Lucasfilm em 2012, uma das decisões que mais incomodou alguns fãs, na altura, foi o facto de terem descartado as histórias do “expanded universe” da saga. Isto significou que os enredos presentes em livros, videojogos e bandas desenhadas não contavam nesta nova fase da franquia. A empresa de entretenimento justificou a decisão ao afirmar que seria uma forma de facilitar o processo de desenvolvimento das equipas criativas para desenvolver novas histórias “a partir do material base”.

O material base corresponde aos seis filmes episódicos da chamada Saga Skywalker, mas, além disso, há duas peças que estão incluídas também: a série The Clone Wars e a longa metragem com o mesmo nome.

O filme, que estreou nos cinemas em 2008, funciona como episódio piloto da série. Produzida pelos estúdios da Lucasfilm e emitida no Cartoon Network e Netflix, The Clone Wars foi desenvolvida por Dave Filoni e Henry Gilroy. George Lucas foi produtor executivo, tendo supervisionado todos os episódios até ao final da sexta temporada.

A série foi transmitida em empresas concorrentes à Disney, o que motivou um cancelamento abrupto, numa fase em que os estúdios da Lucasfilm já preparavam alguns episódios para futuras temporadas. Em 2018, a empresa do Rato Mickey anunciou uma nova e última temporada da série de animação de 12 episódios. Estreou, dois anos depois, na plataforma Disney + e chega agora ao fim. Dave Filoni voltou, mas George Lucas não esteve presente como produtor.

Ahsoka Tano: uma evolução inesperada

Uma das personagens que surgiu logo no filme de longa metragem foi Ahsoka Tano. Sendo da espécie Togruta do planeta Shili, a jovem torna-se na padawan (ou aprendiz de jedi) de Anakin Skywalker. Ao longo das temporadas, a evolução da personagem foi notória: começou por ser impaciente e rebelde, porém termina, na sétima temporada, como sensata e justiceira.

O confronto com um dos vilões da trilogia das prequelas é justificado e arrisco a afirmar que a sequência de ação é um dos melhores momentos desta temporada. Não apenas por motivos visuais ou estéticos, mas pelo que a luta psicológica implica.

Os acontecimentos que decorrem na série são paralelos ao Episode III: The Revenge of the Sith (ou Episódio III: A Vingança dos Sith) e por isso os fãs são presenteados com uma diferente perspetiva sobre momentos que ocorrem nesse filme.

No entanto, antes desse confronto, Ahsoka tem uma pequena aventura e estabelece laços de amizade com duas novas personagens. O arco desse enredo padece de sentido quando perspetivamos a temporada como um todo. Fizeram-no para espelhar o estado de angústia que a personagem vive, mas podia ter sido demonstrado de outra forma.

O resgaste do clone e a consistência

Os primeiros episódios focam a sua narrativa no salvamento de Echo, um soldado do exército clone. Destacados para esta missão estão Anakin Skywalker, Obi Wan Kenobi e Rex, comandante clone. Estas personagens vão levar a cabo a operação de resgate juntamente com um grupo de clones rejeitados chamados “The Bad Batch“. Os episódios cumprem o seu propósito e mantêm o estilo de tramas presentes em temporadas anteriores.

No total, são 133 episódios com histórias que enriquecem o universo de Star Wars, principalmente no período em que decorre a Guerra dos Clones. Aprofundam as personagens e dão-lhe camadas de complexidade, aspeto em que os episódios I, II e III falham redondamente.

Esta temporada está a ser descrita como a última da série The Clone Wars. Se efetivamente for verdade, acaba com distinção. É disto que Star Wars como franquia precisa: boas personagens com boas histórias. Com a saga Skywalker terminada, chegou a altura de a Disney e a Lucasfilm darem azo à imaginação num universo que tem potencial para criar enredos entusiasmantes.

8

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Festival da Canção
Festival da Canção 2021. Conhece as canções e intérpretes desta edição