Foto: BBC

BBC pondera colocar atores em quarentena coletiva para garantir produção

A emissora britânica pretende isolar atores e equipas de produção juntos num espaço seguro para criar novos conteúdos

Com as produções suspensas desde o meio de março devido à pandemia do novo coronavírus, a BBC pondera agora o retorno das gravações para conseguir garantir nova programação. A ideia que está em discussão, de acordo com Piers Wenger, responsável pela produção de séries, é a de colocar as equipas e elencos juntos em quarentena a prosseguir com as produções.

Caso este hiato se prolongue, a cadeia britânica corre o risco de ter grandes furos na sua programação. Wenger está disposto a pedir para as estrelas passarem mais tempo nos sets, apesar de reconhecer o custo adicional que isso significaria. Eastenders e Peaky Blinders são algumas das séries que a BBC acredita que podem ser gravadas nestas circunstâncias.

Uma nova avaliação a respeito do estado de emergência no Reino Unido será feita no dia 7 de maio pelo governo. Para Wenger, a produção seguir com o pessoal necessário em quarentena é uma das únicas opções, caso o isolamento social se estenda até o fim do ano. O plano passa por testar todos os elementos da equipa e colocar em confinamento coletivo todos os que não estejam infetados, até ao fim das gravações, obedecendo assim às regras de isolamento social.

Wenger, em entrevista para o IndieWire, mencionou: “há maneiras de contornar estas regras, com os atores perto uns dos outros o suficiente para atuar numa cena”. O canal usou como exemplo a série australiana Neighbours, que tem feito experimentações neste sentido. 

BBC One - EastEnders, 17/05/2016
Foto: BBC One / ‘EastEnders’

Menos ou mais Zoom?

A diretora de conteúdos da BBC, Charlotte Moore, acredita que o apelo ao uso de programas como o Zoom e outros meios de vídeo-conferência para criar conteúdo, não vai ser uma solução ao problema. Moore percebe que os espectadores estão à espera de séries com mais substância e bem preparadas, apesar de no momento se divertirem ao ver o interior da casa dos seus atores favoritos.

A transmissora britânica já tomou medidas para poupar o conteúdo novo e fazê-lo render por mais tempo, podendo preencher os esperados furos na programação. A série EastEnders, por exemplo, tem tido apenas metade das emissões semanais habituais de maneira a evitar a sua suspensão, visto que ainda conta com o material que foi gravado antes da quarentena.

Moore declarou que esta crise provavelmente forçará a BBC a voltar-se para histórias domésticas. Uma vez que “não será possível sair tanto do país, vamos procurar por histórias por todo o Reino Unido”, constatou a diretora de conteúdos da produtora.

Mais Artigos
Jogos Olímpicos
RTP anuncia planos de transmissão dos Jogos Olímpicos de Tóquio