Fotografia: Charles Chaplin / Divulgação

A nova parceria da Netflix celebra os clássicos do cinema

Filmes de Charlie Chaplin, François Truffaut e David Lynch vão ficar disponíveis na Netflix

A Netflix anunciou uma nova parceria com a produtora e distribuidora francesa mk2 Films que trará autores de peso como Charlie Chaplin, François Truffaut, Jacques Demy, Alain Resnais ou Krzysztof Kieślowski para uma das maiores plataformas de streaming do mercado.

“Com esta parceria, as obras-primas do cinema serão redescobertas por espectadores experientes e pelo público em geral, especialmente a jovem geração ansiosa por visitar estes filmes essenciais do património mundial do cinema.”, disse o CEO da mk2, Nathanael Karmitz.

A distribuidora tem um catálogo de mais de 800 filmes em HD e 2K, que incluiu alguns dos principais realizadores da história do cinema. Charles Chaplin, François Truffaut, Abbas Kiarostami, Krzysztof Kieślowski, David Lynch, Buster Keaton, Claude Chabrol, Michael Haneke ou Stan Laurel são alguns dos cineastas deste catálogo.

Segundo a Indiewire, o acordo deverá levar 50 filmes do catálogo da Films para a Netflix ao longo de 2020, sendo que no próximo sábado (24) serão lançados 12 clássicos de Truffaut: Bed and Board, Fahrenheit 451, Confidentially Yours, Jules and Jim, Love on the Run, Shoot the Piano Player, Stolen Kisses, The 400 Blows, The Last Metro, The Soft Skin, The Woman Next Door e Two English Girls.

Segundo a mesma fonte, o acordo será aplicado a uma escala internacional, incluindo também o território francês. No que toca ao nosso país, ainda não está confirmado que os filmes de François Truffaut ficarão disponíveis nesta data.

Estamos muito satisfeitos que a Netflix esteja a aumentar o seu catálogo com a herança do cinema e dos principais autores internacionais com este acordo, disse o CEO da mk2, Nathanael Karmitz, em comunicado. “O papel do mk2, através do seu catálogo de mais de 800 títulos que representam parte da história mundial do cinema, é contribuir para a transmissão dessa herança universal do cinema e constantemente descobrir esses filmes para o maior número de jovens. Este contrato de distribuição é uma boa notícia para todos os amantes do cinema francês e da sua história.”.

A diretora de aquisições da Netflix, Sara May, acrescentou também que: “Temos o prazer de oferecer aos nossos clientes uma seleção de obras-primas com o catálogo mk2. A herança desses filmes é universal e sempre será uma inspiração para os nossos clientes, argumentistas e realizadores com quem trabalhamos.

Outros filmes mk2 que estrearão internacionalmente na Netflix este ano serão Modern Times, de Chaplin, além de filmes dirigidos por Steve McQueen, Xavier Dolan, Michael Haneke, Emir Kusturica e David Lynch.

Este artigo foi originalmente publicado na Comunidade Cultura e Arte.