Wolverine
Fotografia: 20th Century Fox / Divulgação

Hugh Jackman não volta ao papel de Wolverine

O ator admitiu abandonar o papel pelo valor que dá ao seu personagem.

O ator da saga X-Men revelou enorme satisfação pela integração do seu personagem no universo Marvel, com a compra da FOX pela Disney. No entanto, Hugh Jackman admitiu não voltar a protagonizar Wolverine e afirmou que a sua “hora já passou”.

“Honestamente, se isso [a compra da Fox pela Disney] tivesse acontecido há sete anos atrás, eu comemorava”, assumiu o ator australiano, em entrevista ao Daily Beast. Contudo, admitiu abandonar o papel, mais pelo valor que dá ao seu personagem.

“Eu sabia que era hora de deixar a festa — não só por mim, mas pelo personagem. Alguém vai assumir o papel. O Wolverine é bom demais para o aposentarem”, assegurou.

Wolverine
Hugh Jackman no papel de Wolverine, no filme Logan (2017) | Fotografia: 20th Century Fox / Divulgação

Hugh Jackman estreou-se no papel em 2000, com a produção X-Men. O intérprete recordou, na mesma entrevista, a sua audição para o trabalho. “Eu lembro-me de o meu agente dizer: ‘Faz o teu melhor, porque o chefe do estúdio vai ver isso’. Nem eu nem ele achávamos que eu ia ficar com o papel”, revelou.

No entanto, o ator conseguiu o papel e marcou o personagem com o seu cunho pessoal. Protagonizou quase todos os restantes filmes da saga, desde X-Men 2 (2003) até Logan (2017), passando por X-Men: O Confronto Final (2006), X-Men Origens: Wolverine (2009), X-Men: O Início (2012), Wolverine (2013), X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido (2014) e X-Men: Apocalipse (2016). Apesar de tudo, foi o último que marcou o ator como o derradeiro Wolverine.

Aos 51 anos, o amor de Hugh Jackman ao personagem impede-o de continuar a protagonizá-lo. “É como se tivesses saído de um bar e, no caminho para casa, o teu amigo te ligasse: ‘Está a tocar um novo DJ e a música está incrível, não queres voltar?’. Tu respondias: ‘Parece bom, mas… não’”, explicou o ator. No entanto, acredita que a Marvel encontre um bom ator para lhe suceder.

Mais Artigos
ghibli
Studio Ghibli publica imagens gratuitas dos seus filmes