Call Me By Your Name
Imagem: Divulgação / Sony Pictures Classics

‘Call Me By Your Name’: Timothée Chalamet e Armie Hammer confirmados na sequela

Os atores voltarão a dar vida às personagens Elio e Oliver

Foi no ano de 2017 que o romance Call Me By Your Name se tornou um sucesso global. Agora, três anos depois do primeiro filme, há confirmação de que o novo projeto está a avançar e contará com o regresso de Elio (Timothée Chalamet) e de Oliver (Armie Hammer).

De acordo com as declarações feitas pelo realizador Luca Guadagnino ao jornal italiano La Repubblica, o projeto tem pernas para andar. Desta forma, não serão descartados os atores que fizeram do primeiro filme tão aclamado pelo público e pela crítica. Além dos dois protagonistas, também Mr. Pearlman (Michael Stuhlbard) e Marzia (Esther Garrel) farão parte do alinhamento da sequela.

Claro, foi um prazer enorme trabalhar com Timothée Chalamet, Armie Hammer, Michael Stuhlbarg, Esther Garrel e os outros atores. Todos estarão no novo filme”, confirma Guadagnino ao La Repubblica.

Guadagnino avança ainda que se encontrou com um roteirista, com o intuito de aprofundar a discussão relativa à longa-metragem, mas os trabalhos foram adiados devido à atual pandemia do coronavírus.

Das páginas para o ecrã

Inspirado no livro homónimo de André Aciman, Call Me By Your Name transporta a audiência para a Itália rural da década de 80. Seguindo o romance espontâneo que nasce entre Elio Pearlman, um jovem de 17 anos, e Oliver, um estudante graduado, o filme destaca-se pela sua extrema sensibilidade na abordagem da temática.

O filme foi uma surpresa na semana de premiações e, das quatro nomeações para os Óscares, conseguiu a vitória na categoria de Melhor Argumento Adaptado com o trabalho desenvolvido por James Ivory.

Call Me By Your Name
‘Find Me’ é a continuação do primeiro livro. (Imagem: The University News)

Os rumores de uma possível sequela intensificaram-se, em 2019, com a publicação de um segundo livro intitulado Find Me. André Aciman deu continuidade à história do primeiro livro através de uma narrativa assente num salto temporal de 15 anos, que inspirará a premissa da sequela.

Ainda não há qualquer previsão quanto à data de lançamento do filme.

Mais Artigos
space force
‘Space Force’ é uma comédia inteligente que aponta uma realidade absurda