Alto do Pina EGEAC Marchas Populares Festas de Lisboa
Fotografia: EGEAC

Covid-19. Festas de Lisboa e de São João no Porto estão canceladas

A Câmara Municipal e a EGEAC, empresa municipal de cultura, anunciaram este sábado (4) o cancelamento das Festas de Lisboa. No Porto, as Festas de São João também não vão acontecer. Não há arraiais, marchas populares ou Casamentos de Santo António em 2020.

Num comunicado, o município lisboeta explica que “a elevada concentração de pessoas” que carateriza os arraiais “é incompatível com a sua realização mesmo num cenário de achatamento da curva de contágio e da diminuição do número de infectados“. As Festas de Lisboa duram, usualmente, todo o mês de junho, com pequenas festas e arraiais espalhados por todos os bairros e freguesias da capital portuguesa.

A comunicação da autarquia portuense é semelhante, assumindo “o potencial de risco para a saúde pública” que a Festa de São João representa, por “reunir milhares de pessoas nas ruas da cidade“.

Lê também: Telescola reinventa-se na RTP após a Páscoa

Lisboa sem marchas

É a primeira vez em 32 anos que os bairros da capital não descem a Avenida da Liberdade. A última vez que as Marchas Populares não tinham acontecido tinha sido em 1988, sendo que a partir de 1989 adquiriram o caráter regular e tradicional que têm até hoje.

O tema previsto para 2020 – Amália Rodrigues – transita para 2021, o que permitirá aos organizadores das várias marchas rentabilizar todo o trabalho já realizado para este ano.

Porto sem festas

Os concertos, animação e programação das festas de São João, na noite de 23 para 24 de junho, estão cancelados. A Câmara Municipal do Porto fará transitar “as verbas referentes a essas iniciativas” para “o esforço do município nas diversas ações de combate ao atual cenário de pandemia”.

 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Anatomia de Grey
Porque ‘Anatomia de Grey’ decidiu infetar personagens com a Covid-19