‘Anatomia de Grey’ chega ao fim antes do previsto

A atual temporada da série foi suspensa devido à pandemia do Covid-19 e terminará mais cedo.

A pandemia do Covid-19 causou mais uma baixa no mundo da televisão. Após as gravações terem sido suspensas, Anatomia de Grey vê a atual temporada chegar ao fim bem mais cedo do que o previsto. O episódio final vai para o ar a 9 de abril.

Anatomia de Grey foi das primeiras séries a ter as suas gravações interrompidas devido à pandemia do Covid-19, numa altura em que a crise sanitária começava a ganhar outras repercussões no país. Agora, cerca de duas semanas depois, não há data de regresso prevista para as gravações, o que obrigou a produção da série a ser parada por completo.

Estavam previstos 25 episódios para a atual temporada da série que, tal como muitas outras, verá o seu fim chegar mais rápido do que o esperado. A história protagonizada por Ellen Pompeo é o drama médico com maior número de episódios da história da televisão e já bateu vários recordes no que a número de episódios diz respeito, mas a 16.ª temporada não ajudará a aumentar as contas. A atual temporada será a mais curta desde o quarto ano da série, que na altura terminou com apenas 17 episódios devido à greve dos argumentistas norte-americanos de 2007.

O 21.º episódio da 16.ª temporada – Put On a Happy Face – a ser exibido no próximo dia 9, foi escrito por Mark Driscoll e Tameson Duffy e servirá como Season Finale do atual ano da produção. Porém, não há razão para alarme. A série já foi renovada para uma 17.ª temporada.

Estamos desapontados com o facto de não sermos capazes de concluir a história nesta temporada. Mas as boas notícias? O episódio 16×21 serve de final satisfatório! Não é como planeámos terminar, mas é bonito e responderemos a todas as perguntas pendentes no próximo ano“, escreveu a autora Krista Vernoff.

As outras duas produções de Shondaland, Station 19 e How to Get Away with Murder – cujo o último episódio será exibido a 14 de maio – já tinham terminado as suas gravações antes da suspensão das gravações de Anatomia de Grey, sendo que não serão prejudicadas pela pandemia.

O que acontecerá a Anatomia de Grey?

Meredith e Andrew vivem um romance em ‘Anatomia de Grey’.

Apesar da 17.ª temporada estar mais do que confirmada, existem fortes possibilidades de ser a última vaga de episódios da série. Ellen Pompeo, a atriz que dá vida a Meredith Grey, tem contrato com a estação até ao fim da próxima temporada, sendo que já é a atriz mais bem paga da televisão norte-americana, agora que Sofia VergaraModern Family chegar ao fim.

Giacomo Gianniotti, que interpreta Andrew DeLuca na série, disse recentemente ao US Weekly que também é da opinião que a série terminará na próxima temporada, apesar de concordar que os estúdios adoram o programa e que planeiam continuá-la durante muito tempo, afinal o drama médico é a maior audiência da ABC, mesmo após dezasseis anos. Na verdade, o sucesso de Anatomia de Grey é tão grande que vai além da transmissão normal no canal norte-americano. O drama criado por Shonda Rhimes é dos programas com maior crescimento nas gravações e está, juntamente com Friends, no topo de visualizações do catálogo da Netflix, nos Estados Unidos.

Apesar de confirmada, a próxima temporada está, no entanto, pendente. Não há data prevista de estreia e calcula-se que possa vir a estrear apenas no final de 2020 ou no princípio de 2021, devido à frente de episódios que é necessária durante as gravações.

A atual temporada já ficou marcada, também, pela saída de Justin Chambers, o Alex Karev, que após dezasseis anos a dar vida à personagem, decidiu abandonar a série e seguir em frente com a sua vida profissional. O desfecho encontrado para a personagem não agradou a maior parte dos fãs, apesar dos números continuarem estáveis.

O último episódio da 16.ª temporada vai ao ar no dia 9 de abril, nos Estados Unidos, e será exibido em Portugal ma 15 de abril,  às 22h20, na FOX Life.

Lê também: Dia das Mentiras: Os 10 melhores mentirosos das séries de televisão

Mais Artigos
Angelina Jolie. 45 anos da atriz, mãe e ativista humanitária