Eurovisão Elisa Festival da Canção
Fotografia: Pedro Pina / RTP

Eurovisão 2020. Elisa, representante portuguesa, já reagiu ao cancelamento

O cancelamento da Eurovisão 2020, a primeira vez em 65 anos de existência, é mais uma consequência da pandemia de COVID-19. ElisaMarta Carvalho já reagiram à decisão da União Europeia de Radiodifusão (EBU).

Numa curta publicação feita na sua conta de Instagram, a intérprete vencedora do Festival da Canção 2020 admitiu que lamenta muito a decisão, mas que a compreende. “Sabemos que a saúde de todos é o que importa.”, afirmou. A cantora de Medo de Sentir aproveitou ainda para reforçar um aviso habitual dos dias de hoje: “Cuidem-se!”

Lê também: @FESTIVALEUFICOEMCASA OFERECE CONCERTOS EM DIRETO NO INSTAGRAM

Marta Carvalho também reagiu. Na rede social Twitter disse que a Eurovisão 2020 foi cancelada “pelo bem da comunidade”. Reforçou que Portugal conseguiu realizar o Festival da Canção que para a compositora “tem mais valor. É o meu país”. A terminar deixa uma mensagem otimista: “Nada, mas mesmo nada, pode parar o que viemos ao mundo para fazer. Música. Obrigada a todos”.

Em comunicado, a EBU anuncia que o certame tem regresso oficialmente marcado para o próximo ano. Neste momento, a organização está a trabalhar com os canais de televisão holandeses e com as autoridades locais para manter o certame na cidade de Roterdão em 2021. Jon Ola Sand promete que “O Festival Eurovisão da Canção vai regressar mais forte que nunca“.

Elisa seria a representante portuguesa nesta que seria a 65.ª edição da Eurovisão. A artista madeirense venceu o Festival da Canção com o tema ‘Medo de Sentir’, com o qual iria competir na segunda semifinal, inicialmente marcada para 14 de maio.

Mais Artigos
Terra Brava SIC
Maio. SIC teve 18 dos 20 programas mais vistos do mês