Rodrigo Guedes de Carvalho António Costa
Fotografia: Hiper.fm

Entrevista a António Costa à beira dos dois milhões de espectadores

A entrevista a António Costa emitida pela SIC no Jornal da Noite desta segunda (16) marcou valores de audiência recorde, mostram os dados da GfK/CAEM.

A conversa com o chefe de Governo alcançou um número de espectadores que, este ano, só foi superado pelo último jogo do Benfica na Liga Europa, emitido a 27 de fevereiro. 20% de audiência média e 33,5% de share foram os números registados no momento em que o primeiro-ministro respondia às questões de Rodrigo Guedes de Carvalho.

O minuto mais visto do dia, às 21h43, foi durante esta entrevista, com 21,1% de audiência média – nesse instante eram 1,994 milhões de espectadores a ver António Costa na SIC. O informativo voltou a alcançar a barreira dos 17% de audiência média, o correspondente a 1,606 milhões de espectadores, registando um máximo anual de 28,5% de share.

Os noticiários concorrentes viram a sua audiência aumentar devido ao elevado consumo televisivo, mas ficaram a larga distância do Jornal da Noite. O Telejornal registou uma média de 1 milhão e 106 mil espectadores (11,7% / 19,7%), tendo sido complementado pelo Especial Covid-19 a partir das 21h03, que segurou 928 mil espectadores (9,8% / 16,2%). Na TVI, o Jornal das 8 não foi além dos 858 mil espectadores em média (9,1% / 15,2%), ficando sempre em terceiro lugar no horário, atrás da RTP1.

Na média do dia, a RTP1 voltou a tirar o segundo lugar à TVI. O canal público conseguiu 13,4% de share, mais 1,2 pontos percentuais que os 12,2% da estação da Media Capital. Na sua confortável liderança, a SIC registou 20,7% de share.

Foto: SIC/Divulgação

Ao meio-dia, Linha Aberta regista audiência típica de horário nobre

Com as emissões em direto de O Programa da Cristina interrompidas, o Linha Aberta está a assegurar a faixa do meio-dia durante esta semana. Aproveitando o aumento geral da audiência televisiva, o programa de Hernâni Carvalho subiu a valores típicos do prime time.

Dedicado ao COVID-19, o programa foi para o ar às 12h14 e conseguiu 8,5% de audiência média, correspondentes a 803 mil espectadores, e o share situou-se nos 23,9%. Nos seus últimos minutos o Linha Aberta registou um pico de 11,7% / 29,7%, valores pouco habituais no horário.

Com uma compilação de melhores momentos, O Programa da Cristina (4,3% / 17,8%) viu a sua duração reduzida e bateu um mínimo de share em 2020, mas manteve a liderança no horário. O especial Todos por Todos voltou a preencher a manhã da TVI entre as 10h13 e as 13h, registando uma média de 353 mil espectadores (3,7% / 13,5%). Na RTP1, a Praça da Alegria viu a sua audiência subir para os 3,1% (295 mil espectadores) mas manteve o share nuns magros 11,5%, ficando em terceiro lugar.

Outros destaques do dia
  • A CMTV e a SIC Notícias continuam em alta, registando nesta segunda-feira (16) 5,3% e 3,8% de share respetivamente. A RTP3 marcou 2,3% e conseguiu ultrapassar a TVI24, que caiu para 1,4% de quota de mercado.
  • Ao segundo capítulo, Amor de Mãe conseguiu a liderança destacada no horário. A nova novela brasileira da SIC, que estreou no passado domingo, teve uma média de 652 mil espectadores (6,9% / 23,6%).
  • Prós e Contras teve o seu melhor resultado do ano, conseguindo uma média de 434 mil espectadores (4,6% / 12,1%). O debate sobre o COVID-19, intitulado Vozes de Referência, chegou a estar à frente de Na Corda Bamba (7,1% / 13,8%) e Onde Está Elisa? (3,5% / 11,4%).
  • Com mais gente a ver televisão, os programas de final de tarde da RTP1 e da SIC bateram novos máximos anuais. O Preço Certo (12,1% / 22,1%), Amigos Improváveis: Famosos (9,8% / 17,8%) e Amor à Vida (7,4% / 16,5%) tiveram a melhor audiência média do ano. Em sentido inverso, o COVID-19: Consultório (5,3% / 9,5%) da TVI caiu para o seu pior resultado e não chegou sequer aos dois dígitos de share.
Dados Live+Vosdal referentes a 16 de março de 2020, da responsabilidade da GfK. Os valores da RTP3 incluem TDT e cabo.

António Costa

Mais Artigos
Festival Podcasters
COVID-19: Festival Podcasters angaria fundos para a DGS