News Museum

Quarentena no sofá: 25 museus virtuais para visitar em casa

Se já estás a seguir as recomendações e irás ficar em casa nos próximos dias, dado os desenvolvimentos do novo coronavírus, podes ocupar o teu tempo enriquecendo a cultura ao visitar museus virtuais, com opções para todos os gostos.

Cada vez mais as novas tecnologias são capazes de nos levar a todo o lado sem sairmos do sofá e, agora mais do que nunca, devemos usá-las ao nosso dispor. Seja a partir do telemóvel, tablet ou computador, são vários os museus virtuais espalhados pelo mundo onde apenas precisamos de aceder ao site para realizar uma visita guiada. O Espalha-Factos facilita-te a pesquisa e mostra-te 25 museus que vais poder conhecer a partir de casa.Museus

Museu Calouste Gulbenkian, onde poderás visitar a Coleção do Fundador com objetos do Antigo Egipto, do Oriente Islâmico ou obras de artistas como Rembrandt, Turner, Monet, Rodin ou René Lalique. Aproveita também para conhecer a Coleção Moderna, que junta obras de Amadeo de Souza-Cardoso, Almada Negreiros, Paula Rego ou Vieira da Silva.

Museu Nacional de História Natural e da Ciência: reúne todo o universo na cidade. Desde lugares repletos de história a espaços científicos, poderás ainda visitar o Jardim Botânico.

Museu Nacional dos Coches, possui a coleção mais importante a nível mundial de coches e carruagens reais do século XVI ao século XIX, contando com mais de 9000 objetos.

Museu Nacional do Azulejo, dedicado à expressão artística diferenciadora da cultura portuguesa, este museu é um dos mais importantes que temos no país dada a sua coleção dedicada ao azulejo.

Torre de Belém, é um dos pontos obrigatórios da cidade de Lisboa e também pode ser visitado virtualmente ao pormenor, sendo uma grande referência arquitetónica e cultural da capital.

Museu de São Roque, um dos primeiros museus de arte criados em Portugal, conta com um grande acervo composto por peças de uso litúrgico, das quais se destaca a ouriversaria.

Panteão Nacional, classificado como Monumento Nacional, acolhe os túmulos de grandes vultos da História portuguesa tendo sido fundado na segunda metade do século XVI.

Museu de Belas Artes, reúne as obras de desenho e gravura da coleção FBAUL (Faculdade Belas Artes da Universidade de Lisboa).

Museu do Dinheiro, oferece uma experiência interativa focando-se na temática do dinheiro do mundo e a sua história ao longo dos séculos, bem como o fabrico da nota e da moeda.

Museu do Fado, celebrando a cultura portuguesa no seu auge, o espaço cultural conta com uma exposição permanente que aborda a história do fado e dos seus cultivadores e espaços dedicados também a exposições temporárias.

Palácio Nacional de Sintra, também conhecido como Palácio da Vila, centra-se na história de Portugal destacando-se a Sala dos Cisnes, a Sala dos Brasões, a Sala das Pegas e ainda a Capela.

Palácio Nacional de Queluz, construído no século XVIII, foi um dos últimos edifícios com estilo rococó erguidos na Europa. Atualmente, uma das alas do Palácio é utilizada como um quarto de hóspedes utilizado exclusivamente para chefes de Estado estrangeiros.

Mosteiro dos Jerónimos, considerado como Património Cultural de toda a Humanidade, é uma referência cultural que não escapa a nenhum artista, cronista ou viajante durante os seus cinco séculos de existência.

Galeria de Arte Urbana, dedica-se especialmente à arte urbana em Lisboa com destaque especial na promoção do graffiti.

News Museum, um espaço experiencial dedicado às notícias, aos media e à comunicação, destaca-se pelo seu arquivo digital do jornalista Fernando de Sousa.

Museu Nacional da Música, exclusivamente dedicado a música, possui uma das mais importantes coleções de instrumentos da Europa. Alguns dos instrumentos estão classificados como Tesouros Nacionais.

Palácio Nacional de Mafra, o acervo do Palácio integra peças provenientes do Convento de Nossa Senhora e Santo António, tendo peças originárias do Paço Real.

Mosteiro de Alcobaça, eleito em 2007 como uma das Sete Maravilhas de Portugal, foi a primeira obra plenamente gótica erguida em solo português.

Convento de Cristo, para além de terem a possibilidade de conhecer a exposição permanente do Convento, Cerâmica do Quotidiano Conventual, é também considerado Patrimónimo Mundial.

Capela Sistina, situada em Itália, para além de se localizar na residência oficial do Papa é também conhecida pelas pinturas de Michelangelo, Rafael, Perugino e Botticelli.

Museu Salvador Dalí, dedicado inteiramente ao pintor Salvador Dalí, é um dos maiores museus da Europa.

Museu do Louvre, o maior museu de arte do mundo inteiro, conta já com 226 anos de história e uma longa lista de obras exclusivas como a tão conhecida Mona Lisa, de Leonardo Da Vinci.

Smithsonian: Museu Nacional de História Natural, situado em Washington, totaliza mais de 125 milhões de espécies de plantas, animais, fósseis, minerais, rochas, meteoritos e objetos culturais humanos.

Museu Britânico, localizado em Londres, inclui peças como a Pedra Roseta e os frisos do Partenon de Atenas.

Lê também QUARENTENA NO SOFÁ: HÁ CONCERTOS PARA VER E OUVIR EM DIRETO NA INTERNET
Mais Artigos
Cofina
Cofina insiste na aquisição da Media Capital e culpa acionistas pela “fragilidade” da empresa