Festival da Canção 2020 Elisa e Marta Carvalho
Fotografia: Pedro Pina / RTP

Elisa e Marta Carvalho: “Como somos raparigas, ainda pouca gente nos leva a sério”

Elisa, com Medo de Sentir, é a representante portuguesa no Festival Eurovisão da Canção 2020, em Roterdão. No final da noite de vitória no Festival da Canção, em conferência de imprensa, a cantora e a compositora Marta Carvalho reagiram ao resultado.

É muito estranho para nós. Como somos miúdas novas, como somos raparigas, ainda pouca gente nos leva a sério por essas mesmas razões… é estranho porque, de repente, estão a dar-nos uma valorização que, no dia-a-dia, temos de lutar constantemente por ela“, confessa Marta Carvalho, que escreveu o tema vencedor e é também cantora.

Lê também: Festival da Canção 2020: A final de nervos onde júri e televoto entraram em choque frontal

Quando questionada sobre o papel das mulheres como compositoras e no respeito da indústria pelas mulheres, Marta refere que “o facto de uma mulher compor é sempre respeitado, o que é estranho é as pessoas ficarem admiradas com isso“. No entanto saúda os progressos recentes: “No Festival temos visto nos últimos anos que há mais mulheres a compor, o que é ótimo, mas na indústria portuguesa também.”

Somos muito jovens e nunca pensámos que nada deste género pudesse acontecer. É um sonho tornado realidade, nós acompanhamos o Festival desde pequeninas“, completa Elisa, que não escondeu a surpresa pela vitória.

Nós estávamos fora de nós. Eu não me lembro muito bem o que aconteceu quando descobrimos que éramos as vencedoras“, relata a madeirense.

E Roterdão?

As recém-escolhidas representantes portuguesas ainda não têm planos concretos para a atuação em Roterdão. “É uma responsabilidade enorme representar Portugal, apesar de ainda estarmos a perceber que de facto ganhámos. Tenho noção da responsabilidade que é. Crescemos a ver os representantes de Portugal na Eurovisão, portanto temos a noção da responsabilidade que é e vamos tratar isso com muito respeito e muito fiéis à dignidade da música e à verdade da música ‘Medo de Sentir’“, explica Marta Carvalho.

“Não vos sei dizer se vou continuar em palco ou não”, adianta a autora da canção. “Estávamos focadas em um passo de cada vez. Embora o objetivo fosse sempre representar Portugal, nós estávamos focados no que íamos fazer na final. Vamos pensar no assunto, falar com a nossa equipa e todos, em comunhão e em conjunto, vamos ver o que é melhor para representar Portugal da melhor das formas“, garante.

Lê também: Eurovisão: Portugal inicia queda nas apostas após seleção de Elisa

 

 

Mais Artigos
Dela Marmy
Dela Marmy apresenta “Captured Fantasy”: Um EP que nos conduz pelos meandros da condição humana