Teatro Nacional São João
Foto: TNSJ

100 anos de Teatro São João: programação especial invade o Porto

O dia corresponde a 7 de março de 1920. À primeira vista é uma data como qualquer outra. Mas para os portuenses, esta data assinala a abertura de um dos edifícios mais emblemáticos da cidade invicta: o Teatro Nacional São João (TNSJ). E este sábado (7) é dia de celebrações especiais.

Arquitetado por Marques da Silva, o TNSJ celebra 100 anos de história e apresenta uma programação para celebrar a data. Em entrevista à revista Sábado, Nuno Cardoso, diretor artístico da instituição, lembrou que o TNSJ deve ser sempre lido como “instituição e instrumento de serviço público, como algo que existe, existiu e existirá, independentemente das vicissitudes ou conjunturas, porque já é mais que isso”.

Ao longo do dia foram já várias as atividades e espetáculos gratuitos que tiveram lugar não só no TNSJ, mas também no Teatro Carlos Alberto (TeCA) e Mosteiro de São Bento da Vitória. Quem apareceu pelo teatro emblemático entre as 10h e as 17h, teve o privilégio de receber visitas guiadas bastante especiais, com direito a guias que conhecem o edifício elevado a Monumento Nacional como a palma da sua mão.

O grande evento do dia é a exibição da peça Turismo Infinito, de Ricardo Pais, às 22h, no TNSJ. Baseada em textos de Fernando Pessoa e três cartas de Ofélia Queirós, esta será apresentada seis anos depois da sua última encenação, com praticamente o mesmo elenco, estrutura e desenho. Com interpretação de João Reis, Emília Silvestre, Pedro Almendra, entre outros, Turismo Infinito permanece depois apenas mais dois dias em cena (8 e 9 de março), agora a preço normal e a partir das 21h.

Ainda este sábado, pelas 20h30, no TNSJ, vai ocorrer a Cerimónia do Centenário e da operação “Reabilitação do Teatro São João e Programa Comemorativo do seu Centenário”.

Em ano de centenário, toda a Invicta comemora

Na Praça da Batalha, foi ainda projetada a peça Castro (1598), do poeta António Ferreira. Esta produção original, encenada por Nuno Cardoso, estreou no passado dia 5 de março no Teatro Aveirense e, de acordo com o diretor artístico da instituição, faz parte do sentido de missão do TNSJ. “É um teatro nacional no Porto, do Porto, mas no país e do país”, esclareceu. A peça vai pode ser vista ao vivo, de 27 de março a 18 de abril, no TNSJ, mas vai subir a outros palcos do país nas próximas semanas e, também mais tarde, em julho. Podes ver todas as datas, horários, preços e locais na página oficial do teatro.

Pelo Mosteiro de São Bento da Vitória, vais poder encontrar a exposição permanente Noites Brancas. Esta celebra todo o processo por detrás da produção de peças emblemáticas do Teatro Nacional São João, que, devido ao centenário, vai ver acrescentadas outras peças que celebram a vida e existência deste monumento vivo. Podes também visitá-la noutros dias, sempre entre as 10h e as 18h.

No Teatro Carlos Alberto, vão ser apresentados os Clubes de Teatro Sub-18 e Sub-88. Ambos os grupos vão encenar tragédias de Shakespeare, entre as 15h e as 17h.

Por ser uma data especial, a entrada é livre para todos os espetáculos e atividades que ocorram durante o dia, estando apenas a capacidade total das salas com limite de espectadores e visitantes.

LÊ TAMBÉM: A PEÇA QUE DÁ PARA O TORTO É DE RIR ÀS GARGALHADAS

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Cliveon concerto
Cliveon: “Quem nos inspirou foi o Bruno Nogueira”