White Riot | Fonte: IndieLisboa

IndieLisboa 2020: Filmes sobre Rolling Stones e Billie Holiday compõem programação

O IndieMusic, secção que liga cinema e música no IndieLisboa – Festival Internacional de Cinema, está de volta em 2020 com uma viagem ao longo de oito décadas no mundo musical.

Na programação inserem-se documentários sobre a lendária banda britânica The Rolling Stones, uma das princesas do jazz, Billie Holiday e o cantor e diplomata franco-armeniano, Charles Aznavour. O IndieLisboa acontece de 30 de abril a 10 de maio de 2020, em várias salas de cinema da capital.

O foco desta edição está no rock and roll frenético dos anos 1960 e 1970, com a exibição comemorativa de 50 anos do documentário Gimmie Shelter. Retrata o dramático concerto da banda britânica The Rolling Stones, marcado pela morte de uma fã às mãos dos Hell’s Angels, um clube de motards que fazia a segurança do infame concerto gratuíto de Altamont, em 1969.

Foi também entre estas décadas que o compositor, cantor e diplomata Charles Azvanour editou alguns dos seus maiores êxitos e registou vários diários em primeira pessoa, filmando viagens e concertos. O resultado destas gravações é o documentário Azvanour by Charles, realizado pelo francês Marc di Domenico.

indiemusic
Azvanour by Charles | Fonte: IndieLisboa

White Riot é outro documentário que consta da programação do IndieMusic, e expande a curta com o mesmo nome de Rubikah Shah sobre o punk rock britânico de bandas como The Clash e Sham 69, e a sua luta contra o racismo com o movimento Rock Against Racism.

Billie relata a história de vida da lendária Billie Holiday, uma das maiores vozes do jazz de todos os tempos, com imagens de arquivo e entrevistas nunca antes vistas. The Heart is a Drum conta a vida do alemão Klaus Dinger, fundador dos NEU! e baterista dos Kraftwerk.

LÊ TAMBÉM – RODRIGO LEÃO: “SE TIVESSE ESTUDADO MÚSICA NÃO TERIA FEITO OS TEMAS QUE COMPUS”

Portugal faz-se representar com Caos e Afinidade (realizado por Pedro Gonçalves), sobre a música improvisada portuguesa cujo epicentro era o bar Irreal que cessou atividade em Abril do ano passado; e SOA, em que se fala de ambientes sonoros, de silêncio e de ruído, de todos os espectros sonoros, do infra ao ultra-som, de frequências e de ritmo. Este é antecedido por Making Diagonal With Musicuma curta metragem da realizadora Aura Satz sobre a compositora de música electroacústica Beatriz Ferreyra.

Caos e Afinidade no Indiemusic
Caos e Afinidade | Fonte: IndieLisboa

Os filmes confirmados para competição no IndieMusic até ao momento são:

Aznavour by Charles (Marc de Domenico)
Billie (James Erskine)
Caos e Afinidade (Pedro Gonçalves)
Eletronica:Mentes (Dácio Pinheiro, Denis Giacobellis, Paulo Beto)
The Heart is a Drum (Jacob Frössén)
Keyboard Fantasies: The Beverly Glenn-Copeland Story (Posy Dixon)
Making a Diagonal with Music (Aura Satz)
Show Me the Picture: The Story of Jim Marshall (Alfred George Bailey)
SOA (Raquel Castro)
White Riot (Rubika Shah)
Mais Artigos
Canal Hollywood dedica domingos de abril a grandes estreias de cinema