Conta-me Como Foi

‘Conta-me Como Foi’ termina gravações e não tem continuação prevista

As gravações de Conta-me Como Foi, exibida pela RTP1 aos sábados, chegaram ao fim esta quinta (20). E quando terminarem os 52 episódios anunciados pela estação pública… não haverá mais.

O Espalha-Factos acompanhou as gravações do último episódio e os vários atores do elenco confirmaram que não há continuação prevista depois de emitidos os capítulos adquiridos pelo canal estatal. A manter-se o atual ritmo de transmissão, a produção estará no ar até dezembro deste ano.

Apesar disso, nomes como Fernando Pires (Toni) e Luís Ganito (Carlitos) manifestam interesse num regresso. Pires diz mesmo que era capaz de fazer a série “para o resto da vida” e destaca Conta-me Como Foi como “o melhor projeto” que já teve.

Este sábado a RTP1 emite às 21h o 11.º episódio desta sexta temporada, que irá anteceder a semifinal do Festival da Canção. Desta vez, a história focar-se-à no momento de crise financeira que o país atravessa em 1984.

Na série espanhola que lhe deu origem, intitulada Cuentame Cómo Pasó, o enredo arrancou em 2001 e já vai na 20.ª temporada, estando atualmente a retratar o início dos anos 90. No caso de nuestros hermanos não houve qualquer pausa entre temporadas. É previsto que, em Espanha, a série se prolongue por pelo menos mais dois anos.

Mais Artigos
La Casa de Papel
‘La Casa de Papel’. À quarta parte, mais que nunca, é tempo de guerra