dança com as estrelas
Fotografia: Instagram

Dança com as Estrelas. TVI cresce, mas pouco

Este domingo (16) ficou marcado pela estreia da nova edição do Dança com as Estrelas. A nova aposta de domingo à noite da TVI não fez melhor do que garantir a vice-liderança das audiências.

O programa apresentado por Rita Pereira e Pedro Teixeira conseguiu uma média de 915 mil espectadores, o que equivale a 9.7% de rating e 19% de share.

À mesma hora da estreia, a SIC exibia os minutos finais do Jornal da Noite bem como A Máscara. A liderança ficou mesmo do lado da estação de Paço de Arcos, que não deu hipóteses aos concorrentes. Em média, A Máscara fidelizou um milhão e 221 mil espectadores, correspondendo a 12.9% de audiência média e 26% de quota de mercado. O programa da SIC foi o mais visto do dia e ditou a saída de dois concorrentes, a Borboleta e o Cavaleiro.

A estação pública exibiu a totalidade do episódio de Got Talent Portugal. O programa de talentos atingiu o seu pior valor quer em rating quer em share, 8.4% e 16.4% respetivamente, garantindo uma média de 793 mil espectadores. Foi o programa da estação pública o mais prejudicado pela estreia da TVI.

No prime-time [20 às 24h], comparativamente ao último domingo, a estação pública caiu de 17.3% para 15%, enquanto que a TVI subiu de 16.6% para 18.9%. A SIC registou também uma queda mas ligeira, apenas uma décima, de 24.2 para 24.1%.

Em relação às médias diárias, a SIC continuou no seu habitual primeiro lugar com 19.2%. A vice-liderança ficou do lado de Queluz com 16.1%, subindo uma décima face ao último domingo. Já a RTP1 não fez mais do que 11.1%, ficando em último do pódio.

Outros Destaques:
  • O Jornal das 8 atingiu o seu melhor valor do ano quer em rating (11.5%) quer em share (20.9%) e foi o programa mais visto da TVI. O noticiário atingiu picos de liderança, logo nos instantes iniciais e depois, com o espaço de comentário de Paulo Portas. Cláudio Ramos esteve presente no informativo mas nem por isso foi líder. O Jornal da Noite (SIC) liderou em média com 12.3% de rating e 22.3% de share.
  • O Somos Portugal começou na vice-liderança das audiências frente aos minutos finais do Primeiro Jornal, à totalidade do Fama Show e ao episódio de NCIS: Los Angeles, que arrecadaram a liderança. Quando o primeiro filme exibido pela SIC começou, notou-se uma ligeira queda e ao longo da exibição da película o Somos Portugal foi conseguindo liderar em picos. A partir do início do segundo filme, o programa popular da TVI não deixou fugir a liderança e a SIC nunca se conseguiu aproximar. Em média, foram 645 mil os espectadores que acompanharam a festa mirandesa. A RTP1 garantiu o terceiro lugar.
  • Após a gala do Dança com as Estrelas, foi transmitido um After Show que também foi vice líder (3.1%/13.5%). Desde o momento inicial e até ao fim foi sempre perdendo espectadores. No confronto, a SIC, com parte da reposição de Terra Nossa, fez 20.7% de share. A RTP1 neste período horário exibia cinema e não foi além de 5.2% de quota de mercado.
  • O Trio d’Ataque da RTP3 marcou o melhor resultado do ano, com parte do debate centrado nos episódios de racismo contra o jogador Marega. 1.7% de audiência média e 3.7% de share para o painel desportivo do canal público, que chegou a ocupar o terceiro lugar na parte final da emissão.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Catarina Furtado
Catarina Furtado procura histórias inspiradoras em novo programa da RTP