sonic-o-filme-imagem-promo-1

‘Sonic – O Filme’ não excede os limites de velocidade mas faz História

Sonic – O Filme é a tão aguardada adaptação cinematográfica da icónica personagem dos videojogos. Depois de a Paramount ter adiado a estreia do filme por causa do design do ouriço azul, o resultado final valeu a pena, mas o resto irá deixar alguns fãs desiludidos. Estreia-se esta quinta-feira (13) nos cinemas nacionais.

Cinema e videojogos são duas indústrias, que, apesar de tão diversificadas, não têm tido bons exemplos de fusão nestes últimos anos. O interesse de juntar estes dois universos começou a ganhar tração nos anos 90, quando surgiram as primeiras adaptações de franquias de videojogos em longa metragens.

Street Fighter com Jean Claude Van-Damme, Mortal Kombat, e até um filme do Super Mario são alguns dos exemplos mais notáveis. Dos referidos, Mortal Kombat foi o único grande sucesso em termos de receitas de bilheteira e até teve direito a uma sequela (muito inferior). Street Fighter cumpriu, já Super Mario Bros de 1993 foi um flop em todos os aspetos possíveis tendo deixado mazelas psicológicas a Bob Hoskins e John Leguizamo, atores que interpretaram Mario e Luigi, os protagonistas.

Também nessa década, a indústria dos videojogos viveu um ponto de viragem graças ao surgimento de uma personagem em particular: Sonic The Hedgehog. O ouriço cheio de atitude tornou-se na mascote da Sega, empresa nipónica desenvolvedora de videojogos, fazendo frente à hegemonia da Nintendo e do Mario.

Os anos foram passando e o salto para o grande ecrã de Sonic parecia que não ia acontecer, visto que o entusiasmo foi esmorecendo e a sina das adaptações cinematográficas de videojogos não correrem bem também não ajudava.

A longa jornada que contemplou o abismo

Em 2013, a Sony Pictures anunciou que tinha adquirido os direitos para adaptar Sonic The Hedgehog num filme. A personagem da Sega está longe dos seus anos de ouro, mas, em contrapartida, a comunidade de fãs é fervorosa. Após avanços e recuos da Sony, a Paramount acaba por conseguir comprar os direitos em 2017. Jeff Fowler, que tinha sido a escolha da Sony, mantém-se cadeira de realizador.

O elenco integra Ben Schwartz (na voz de Sonic), James Marsden, Tika Sumper e Jim Carrey no papel de Robotnik, o conhecido antagonista do ouriço azul. Depois de terem publicado alguns posters que deixaram alguns fãs apreensivos, em abril de 2019, a Paramount disponbilizou o primeiro trailer onde mostrou, pela primeira vez, o rosto de Sonic. As reações foram consensualmente negativas e todas apontavam para o maior problema: o aspeto do ouriço. Os internautas também não desperdiçaram a oportunidade para criar memes e houve até designers que mostraram alternativas mais apelativas a Sonic.

Sonic – O Filme
Após críticas, Sonic teve direito a um novo design (Divulgação / Paramount Pictures e Sega of America)

Devido às críticas, o realizador de Sonic  O Filme anunciou, no Twitter, que a personagem iria ser melhorada tendo em conta o feedback dos fãs nas redes sociais. Poucos dias depois, anunciou que a adapatação cinematográfica tinha sido adiado para fevereiro de 2020.

Em novembro de 2019, a Paramount lança novo trailer com o “novo” Sonic e o grande público fica “boquiaberto” com as visíveis mudanças. Um mês depois, surge a notícia que a Moving Picture Company, o estúdio responsável pelos efeitos especiais do filme, é encerrado por “pressões do mercado externo”, pondo mais de 800 funcionários no desemprego.

Em piloto automático… mas com estilo

Vamos ao enredo do filme: Sonic, um ouriço antropomórfico que vive num outra planeta, é obrigado a fugir para a Terra com objetivo de não ser apanhado por uns seres que, fãs mais atentos, conseguem perceber quem são. O ouriço é criado por Longclaw, um mocho mentor que, nas palavras de Sonic, é uma espécie de “Obi Wan Kenobi”.

Para viajar entre dimensões, Longclaw dá anéis mágicos que permitem “saltar” de lugar para lugar num ápice. Sonic vive escondido dos olhares dos humanos até que um dia, por conseguir correr quase à velocidade da luz, consegue alertar entidades governamentais.

Sonic vai ao encontro de Tom Wachowski (James Marsden) um polícia de Green Hills (uma referência ao primeiro nível do jogo original de 1991) para evitar que seja apanhado pelo Doutor Robotnik (Jim Carrey).

Tika Sumpter James Marsden em Sonic – O Filme
Tika Sumpter e James Marsden são Maddie e Tom Wachowski (Divulgação / Paramount Pictures e Sega of America)

O ponto forte deste filme é, sem dúvida, Jim Carrey. A abordagem do veterano ator representa um regresso aos trabalhos anteriores como Ace Ventura ou A Máscara. O casting é apropriado e Carrey cumpre as expectativas conseguindo arrancar as maiores gargalhadas. Nos videojogos, Doutor Robotnik é um génio louco fascinado pelas máquinas que constrói. O filme segue, em parte, estes traços de personalidade, mas é evidente o cunho pessoal de Jim Carrey.

Ben Schwartz é igualmente bom. Sonic, neste filme, é um “poço” de cultura pop e tem sempre resposta preparada na ponta da língua. É uma espécie de Deadpool de Ryan Reynolds, mas numa versão infantil. Os propósitos que movem a sua personagem são válidos, apesar de o grande público já reconhecer esses traços em outros filmes.

Lê também: ‘BIRDS OF PREY’ É PIOR LANÇAMENTO DE SEMPRE DA DC

Em termos de realização, há apenas duas cenas que se destacam: as que usam slow motion ao estilo de X-Men: Dias de um Futuro Passado (com a personagem Quicksilver, interpretado por Evan Peters).

Apesar disto, Sonic  O Filme apresenta arquétipos já vistos em dezenas de filmes: a viagem do ponto A para o ponto B com várias paragens pelo meio. Felizmente as situações com que Sonic e Tom se deparam têm potencial humorístico, mas nem sempre corre das melhores formas.

Jim Carrey em Sonic – O Filme
Doutor Robotnik, também conhecido como Eggman, é interpretado por Jim Carrey (Divulgação / Paramount Pictures e Sega of America)

O enredo não é o melhor mas os fãs do Sonic vão estar entretidos em encontrar referências aos videojogos (os chamados easter eggs). Há ‘fan service’ e o fim do filme irá agradar as possibilidades sobre o futuro.

Sonic  O Filme pode não escapar à sina das adaptações cinematográficas, mas o esforço de Jeff Fowler e de todo o staff de querer melhorar o design da personagem em prol dos fãs merece todo o respeito e, nesse sentido, fez História. Dito isto, Sonic deve ser encarado apenas como um bom divertimento de domingo à tarde.

Título original: Sonic The Hedgehog
Realização: Jeff Fowler
Argumento: Patrick Casey e Josh Miller
Elenco: Ben Schwartz, Jim Carrey, James Marsden, Tika Sumpter
Género: Acção, Aventura, Comédia
Duração: 99 minutos

Reader Rating4 Votes
6.9
6
Mais Artigos
Mafalda Castro e Cláudio Ramos em Big Brother
‘Big Brother’. Diário e Express sobem ao melhor resultado de sempre