Lara Jean Covey (Lana Condor) e Peter Kavinsky (Noah Centineo) estão de volta aos nossos ecrãs. A sequela de A Todos os Rapazes Que Amei estreou na Netflix, antecipando-se ao Dia dos Namorados. O Espalha-Factos já viu P.S. Ainda Te Amo e diz-te o que achou.

Após a sensação que foi A Todos os Rapazes Que Amei quando foi lançado no verão de 2018 – e do fascínio online por Noah Centineo (que interpreta Peter Kavinsky) -, a confirmação da aguardada sequela não demorou. A Todos os Rapazes: P.S. Ainda te Amo, que adapta o segundo livro da trilogia escrita por Jenny Han, chega agora à Netflix.

To All The Boys 2

Imagem: Divulgação Netflix

A história continua…

Tudo começa bem em P.S. Ainda te Amo, que retoma a história quase precisamente onde o primeiro filme a deixou. Lara Jean e Peter são agora um casal oficial, e toda a escola o sabe. Mas enquanto Lara Jean aprende a navegar a sua primeira relação, chega uma carta de John Ambrose McClaren, o destinatário de uma das cartas de amor enviadas por Kitty (Anna Cathcart) em nome da irmã, o que desperta antigas e confusas emoções na protagonista.

A Todos os Rapazes: P.S. Ainda te Amo é um filme que funciona como sequela ao aumentar o mundo em que as personagens habitam e ao aprofundar as personagens, mas simultaneamente ao manter visualmente o mesmo aspeto e caráter do seu antecessor. Dos cenários antigos aos novos, à paleta de cores e guarda-roupa, o mundo de A Todos os Rapazes continua congruente, sabendo que estas características são parte do charme do filme.

Bettina Strauss/Netflix / Bettina Strauss – © 2019 Netflix

Novas Caras

A história introduz novas personagens, a mais importante sendo John Ambrose McClaren. Após a boa recepção aquando do anúncio que seria Jordan Fisher a interpretar o papel, a película provou que a escolha foi acertada. Fisher traz todo o charme, encanto e delicadeza que tornam a sua personagem um favorito entre os fãs da série, e que pôs leitores em 2015 – e agora as audiências em 2020 – a torcer por ele. Novas caras são também Stormy e Trina Rothschild, interpretadas por Holland Taylor e Sarayu Rao, que renovam o elenco e ajudam no desenvolvimento da história e no crescimento das personagens.

P.S. Ainda te Amo é uma agradável película, que deleita quem vê e adorou o primeiro filme, trazendo de volta os vários elementos que o público adora. Mas como sequela que é, ao tratar de personagens que já conhecemos, ao mesmo tempo que introduz novas histórias e dinâmicas, a verdade é que sabe a pouco.

a todos os rapazes

Bettina Strauss/Netflix / Bettina Strauss – © 2019 Netflix

Drama de baixa intensidade

Apesar de ser uma boa adaptação, a tensão na relação de Lara Jean e Peter e a atracção entre ela e John Ambrose não duram o suficiente para criar verdadeira expectativa. Por tempo, algumas cenas foram cortadas – ou combinadas -, e a relação de Lara Jean e John Ambrose não cresce tanto quanto no material original. Por ter de lidar ao mesmo tempo com os medos de Lara Jean, que se tornam na desconfiança que acaba por causar tensões na sua relação com Peter, os sentimentos que ela poderá ou não ter por John Ambrose nunca chegam a comparar-se, no filme, aos outros problemas que surgem no casal adorado pelo público.

a todos os rapazes

Bettina Strauss/Netflix / Bettina Strauss – © 2019 Netflix

Mas talvez do que mais se sente falta seja do ambiente e dinâmicas familiares, tão importantes no primeiro, do qual era um ponto tão fulcral na história. Era, no entanto, uma perda inevitável quando tanto da trama desta sequela assenta no drama romântico que agora existe em duas frentes, ocupando necessariamente mais tempo do filme.

Always and Forever, Lara Jean a caminho

A Todos os Rapazes: P.S. Ainda te Amo está bem conseguido, apesar de sofrer um pouco do inevitável síndrome da sequela, que acontece quando revisitamos um mundo no qual fomos felizes, mas a história e as personagens, que têm irremediavelmente de mudar e crescer, acabam por tornar esta trama em algo obrigatoriamente diferente – o que se tornará ainda mais aparente no terceiro filme, Always and Forever, Lara Jean, já em produção. Se, por um lado, retomaremos sempre à inocência do primeiro filme, continua a ser agradável acompanhar o crescimento de Lara Jean.

Crítica: "A Todos os Rapazes: P.S. Ainda Te Amo" - a sequela de um sucesso
7.5Valor Total
Votação do Leitor 3 Votos
4.8