Adeus, até um dia. Cláudio Ramos, o vizinho de Cristina Ferreira, está oficialmente a despedir-se da casa onde esteve nos últimos 16 anos e é o apresentador da nova edição do Big Brother, o BB 2020, que estreia em março.

A TVI confirmou a informação num comunicado que enviou às redações: “Não podia estar mais entusiasmado com a ideia de participar ativamente na mudança da TVI“, afirma o até aqui ‘sidekick’ da rainha das manhãs.

O apresentador considera que o desafio que lhe foi feito por Nuno Santos “é extraordinário“. Acrescenta ainda que “mudar faz parte do crescimento de qualquer profissional que ambiciona fazer mais, melhor e surpreender o público com criatividade, entrega e absoluta dedicação“.

Cláudio Ramos, que foi um dos participantes do Big Brother Famosos em 2002, diz que “o Big Brother (…) é o princípio da viagem” e que vem “para somar” no canal de Queluz. O apresentador vai assim estrear-se a solo num programa de horário nobre, sendo o sucessor de Teresa Guilherme na condução do formato.

Nuno Santos, o Diretor de toda a Área de Entretenimento da TVI, realça que “a chegada do Cláudio é um grande momento” inserido na “estratégia integrada para 2020“. O novo comunicador do canal é visto como “um profissional criativo e versátil” que poderá estar ao serviço do canal “em vários géneros e formatos“.

O responsável sublinha ainda que a mudança se faz “com pessoas sem medo do risco, com espírito aberto e vontade de crescer, fazer melhor e fazer diferente“, definindo Cláudio Ramos como “uma pessoa muito determinada e persistente“.

O apresentador e cronista social, cuja carreira televisiva se iniciou 2001 como comentador do late-show Noites Marcianas, foi apresentador na TVI entre 2002 e 2003, onde conduziu Olhó Vídeo e Rosa Choque. Estava na SIC, de forma ininterrupta, desde 2004.