Tom Hanks em Tom Hanks em A Beautiful Day In The Neighborhood

‘A Beautiful Day In The Neighborhood’: quando o doce vence o amargo

A Beautiful Day In The Neighborhood, filme realizado por Marielle Heller com o argumento de Micah Fitzerman-Blue e Noah Harpster, conta uma história baseada em eventos reais que constitui um filme aclamado pela crítica. Ainda mais, conta com Tom Hanks, que está nomeado para o Óscar de Melhor Ator Secundário.

A estrela de Hollywood interpreta Fred Rogers, um antigo apresentador televisivo na PBS durante décadas. Mister Rodger’s Neighborhood era o nome do programa, e foi inegavelmente impactante na juventude americana, de uma forma ou de outra. Dizer que Hanks conseguiu representar o “bom velho” Rodgers traço por traço ainda é desvalorizar o trabalho genial do mesmo.

A autenticidade e a exatidão na caracterização de Fred Rogers é um ponto interessante, que torna o filme ainda mais imersivo. Foi utilizado o mesmo cenário e iluminação do antigo programa para a produção do filme. Ainda mais, o visual da longa-metragem brinca com a estética de um programa de televisão dos anos de 1970, como uma estética negra que representa o realismo por trás das câmaras.

A história de A Beautiful Day In The Neighborhood foca-se em Lloyd Vogel, interpretado por Matthew Rhys (que, surpreendentemente, consegue esconder o seu sotaque galês no filme). O protagonista vê-se obrigado a escrever um artigo sobre Mr. Rodgers e seu trabalho, encontrando-se confuso mas interessado pela natureza pouco típica do mesmo. O protagonista vê-se assim confrontado pelo otimismo que rodeia o apresentador, um total contraste da sua filosofia de vida.

LÊ TAMBÉM: MOONLIGHT VS LA LA LAND: O CHOQUE DE 2017 PODE PREVER A VITÓRIA DE 2020

A história do filme flui de forma perfeita. A Beautiful Day In The Neighborhood é, sem dúvidas, uma experiência “feel good” para o espetador, típico de qualquer programa televisivo para crianças. É até discutível considerar o filme nada mais que um episódio do antigo programa, só que para adultos.

Tom Hanks em A Beautiful Day In The Neighborhood
Tom Hanks em ‘A Beautiful Day In The Neighborhood’

Apesar disso, a duração do filme faz da história um pouco parada para o espetador. Temos a apresentação de novas personagens que não têm qualquer impacto senão existirem para manter o filme fiel à realidade.

Na atualidade da indústria cinematográfica, é mais que típico ver filmes que seguem uma linha biográfica. Caso de Rocket ManBohemian Rhapsody e até o próprio Variações. É aí que o filme se destaca. Apesar de ser focado numa figura televisiva emblemática dos EUA, é apenas a sua “aura” que prevalece. O desenvolvimento todo do filme cai nos ombros do protagonista e leva-nos a uma autêntica viagem de drama e conflitos por serem resolvidos, mas sempre com a tal “aura” a influenciar tudo.

Com uma história sólida, bases extraordinárias para a produção de um argumento incrível, e um elenco que demorou anos a formar, é justo afirmar o sucesso que este filme foi. É um filme para (quase) toda a família, que deixa-nos de coração a derreter e com uma perspetiva diferente quando olhamos para o nosso dia-a-dia. No final, aprendemos o que Mr.Rodgers sempre quis ensinar-nos: não podemos ter medo de partilhar os nossos sentimentos.

A Beautiful Day In The Neighborhood, ou Um Amigo Extraordinárioestreou-se esta quinta-feira (6) nos cinemas portugueses.

Reader Rating0 Votes
0
8.5

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Amor Amor bateu recorde de audiência.
‘Amor Amor’ bate recorde de audiências em horário nobre dominado pela SIC