A Máscara

A Máscara volta à liderança no primeiro sábado de fevereiro

Depois de nos dois últimos programas ter batido mínimos de audiência, A Máscara conseguiu este sábado (1) recuperar para aquele que é o seu segundo melhor resultado desde a estreia. O concurso da SIC voltou à liderança e conquistou a preferência, em média, de um milhão e 270 mil telespectadores, o que corresponde a 13.4% de audiência média e 27.9% de share.

A TVI, no mesmo horário, exibia mais um episódio de Mental Samurai. O programa de Pedro Teixeira registou 9.3% de rating e 19.3% de quota de mercado, equivalendo a uma média de 876 mil espectadores. Este resultado colocou o canal de Queluz na vice-liderança.

No momento em que os programas das estações privadas arrancaram já a RTP1 exibia mais um episódio de Conta-me como Foi. A série defrontou a parte final dos informativos das privadas, os intervalos comerciais e ainda uma parte de A Máscara e de Mental Samurai.

A estação pública, neste período, não foi além de um terceiro lugar a grande distância das concorrentes. Conta-me como Foi atingiu o seu pior valor do ano em rating (5.5%) e em share (11.3%), correspondendo a uma média de 518 mil espectadores. A série da RTP1 foi perdendo sempre espectadores desde o arranque, às 21h01.

No entanto, a estratégia da RTP1 para fazer frente às principais apostas de entretenimento das privadas foi também a exibição de um episódio do Joker. O concurso de Vasco Palmeirim ficou a uma grande distância das concorrentes e atingiu o seu pior resultado do ano.  Joker não foi além de 4.4% em rating e 9.3% em share. Este resultado equivale a cerca de 418 mil telespectadores.

Nos totais diários, a SIC permaneceu líder, como já é habitual, com 19.7%. A vice-liderança foi garantida pelo canal de Queluz que registou 14% contra os 12% da RTP1, que ficou com o último lugar do pódio.

Outros Destaques:

  • Na SIC, muitos foram os programas a atingir máximos. Olhó Baião teve o seu melhor resultado do ano em share (16.9%), liderando a partir dos momentos finais do Bom Dia Portugal (RTP1). No início da tarde foi a vez de tanto o Alta Definição, com a entrevista a António Fonseca, como o E-Especial atingirem máximos tanto em rating, 9.5% e 6.2% como em share, 28% e 20.2%, respetivamente.
  • A aposta do Somos Portugal ao sábado permitiu à TVI melhorar os resultados mas, o programa popular não agarrou a liderança. Em média o programa foi vice-líder, disputando a posição com o Aqui Portugal (RTP1). A liderança pertenceu ao cinema exibido pela SIC. No entanto, o segundo filme exibido, Ressaca de Saltos Altos, foi por momentos ultrapassado pelo Aqui Portugal, que rodou todas as posições do pódio, mas terminou em terceiro.
  • Na Corda Bamba, testada em novo horário, perdeu contra a repetição de Amigos Improváveis na SIC.
Estes valores são registos Total Dia (Live+VOSDAL) da GfK/CAEM relativos ao dia 1 de fevereiro de 2020. 

A Máscara

Mais Artigos
Ricardo Araújo Pereira participa nas conversas da FFMS
Ricardo Araújo Pereira discute ‘O País Que Se Segue’ em ciclo de conversas digitais