Depois de uma semana em que Conta-me Como Foi registou a menor audiência desde a estreia da nova temporada e de ter começado 2020 com dificuldades em manter os bons resultados das primeiras semanas, a série viu o público aumentar e registou um novo máximo de audiência.

A produção da RTP1 conquistou 6,9% de audiência média e 14% de share, um valor que equivale a 656,3 mil espectadores por minuto, a semana passada a audiência média foi de 526,4 mil. Em terceiro lugar na média do horário, conseguiu ainda chegar à vice-liderança durante 10 minutos não consecutivos.

Os resultados de audiência consolidados, que contam com as gravações do sete dias seguintes, só serão conhecidos a 27 de janeiro. É previsível que também nesse parâmetro a série ultrapasse a audiência máxima registada até agora, de 7,1%, no segundo episódio. Na altura foram mais de 60 mil espectadores a assistir ao episódio através das gravações e gravações automáticas disponibilizadas pelas operadoras.

À mesma hora do sétimo episódio do Conta-me, a concorrência transmitia o final dos informativos e ainda os programas A Máscara (12,6% / 25,9%), na SIC, e Mental Samurai (9,9% / 20,6%), na TVI.

Apesar da subida de Conta-me Como Foi, a RTP1 não conseguiu manter o segundo lugar dos últimos sábados e desceu ao terceiro, com 12,2% de quota de mercado. A Quatro marcou 13,8% e a SIC liderou com 17,2%. A RTP2, com 1,8% de share, marcou o novo máximo de 2020.

Dados de audiência Total Dia (Live+VOSDAL) da GfK/CAEM para 18 de janeiro de 2020.