Bong Joon-ho nos Golden Globes

Bong Joon-ho gosta de filmes da Marvel mas recusa fazer um

Bong Joon-ho está no ponto mais alto da sua carreira. Fez Parasitas por cerca de 11 milhões de dólares (cerca de 10 milhões de euros) e já arrecadou à volta 136 milhões de dólares (123 milhões de euros) com as bilheteiras mundiais.

Para além destes números, estão os elogios do público e os vários prémios e nomeações. Parasitas foi Palma de Ouro no Festival de Cannes em 2019 e está ainda nomeado para seis Óscares.

Bong Joon-ho é o primeiro realizador sul coreano com um filme nos Óscares. A juntar a isso, a obra tem várias nomeações, são elas: Melhor Realizador, Melhor Filme, Melhor Filme Internacional, Melhor Argumento Original e Melhor Design de Produção.

Em entrevista à Variety no podcast The Big Ticket, Bong foi questionado sobre a possibilidade de realizar um filme da Marvel. “Acho que a Marvel nunca iria querer um realizador como eu”, disse o cineasta.

Acrescentou ainda: “Não espero ofertas deles. Desses filmes, gostei dos [Guardians of the Galaxy], de James Gunn, e Logan, de James Mangold, e acho que existem grandes realizadores que podem lidar com grandes projectos como esses. A indústria cinematográfica parece complicada, mas acho que é bastante simples para alguns. De facto, é melhor dedicares-te no que realmente és bom. E eu realmente não acho que a Marvel e eu sejamos adequados um para o outro. Isso é algo que sinto intuitivamente.”

Recentemente, Bong disse também à IndieWire que tem como referência a carreira de Quentin Tarantino. E que tem como objectivo adoptar ideias e argumentos originais, em vez de ser um realizador contratado para formatos standard dos estúdios norte-americanos.

Este artigo foi originalmente publicado na Comunidade Cultura e Arte.
Lê também: Parasitas, a alma que o cinema julgava perdida
Mais Artigos
Quer o Destino TVI
‘Quer O Destino’ lidera audiências em episódio especial