No segundo confronto, Pesadelo na Cozinha bateu o concorrente A Máscara. A TVI chegou mesmo ao primeiro lugar no total diário pela primeira vez em 2020.

Ljubomir Stanisic conquistou uma audiência média de 13,6% e share de 26,1%, conduzindo o programa mais visto do dia. O formato apresentado por João Manzarra ficou-se por 12% de audiência média e 22,7% de share, só tendo conseguido ultrapassar o Pesadelo na Cozinha quando este foi para intervalo.

O The Voice Portugal, transmitido pela RTP1, marcou 7,8% de audiência média e 17,7% de share, só conseguindo chegar à liderança depois dos programas da TVI e SIC terminarem, depois das 23h.

Nos totais diários, Queluz chegou ao primeiro lugar, com 17,2% de share. Vantagem curta para a SIC, que marcou 17%. A RTP1, afetada pelo crescimento da TVI, baixou aos 10,8% de quota de mercado.

Outros destaques

  • Somos Portugal (7,2% / 18,7%) bateu as apostas da SIC para a tarde de domingo. O canal de Paço de Arcos começou a tarde em primeiro com o Fama Show (8,4% / 25%), mas perdeu a liderança com o concerto de David Carreira na Altice Arena (5,2% / 16,2%) e afundou-se com Terra Nossa: Especial Insólitos (5,8% / 14,2%).
  • A tarde da RTP1 foi negra. O jogo de futsal Braga/AAUM x Benfica (2,3% / 7,1%), o Faz Faísca (1,3% / 4,1%) e o programa Domingo à Tarde (2,5% / 5,6%) não conseguiram aproximar-se da concorrência.
  • O Jornal das 8 (11,1% / 20,3%) teve o melhor resultado destes primeiros dias do ano, aproximando-se do Jornal da Noite (11,8% / 21,5%). O Telejornal, sem o lead-in de O Preço Certo, desceu aos 7,4% de audiência média e 13,4% de share.
  • A nova série estrangeira da TVI, Morte em Jerusalém, continua a bater mínimos. Este domingo ficou-se por 0,7% de audiência média e 4,5% de share.