Ver p'ra Crer TVI
Fotografia: TVI / Divulgação

“Ver p’ra Crer” cresce e fica a um ponto da SIC no último programa do ano

O concurso Ver p’ra Crer, da TVI, ficou a um ponto percentual de distância da SIC na última edição de 2019. Esta segunda-feira (30) à mesma hora, o canal de Paço de Arcos transmitiu um especial do Não Há Crise! para ocupar o espaço deixado vago pelos diários de Casados À Primeira Vista II.

O concurso apresentado por Pedro Fernandes conquistou 6,5% de audiência média e 14,4% de share, enquanto as apostas da concorrente ficavam com 15,6%. O Não Há Crise conquistou uma audiência média de 7%, cerca de 40 mil espectadores a mais que o programa do canal de Queluz.

No entanto, e apesar da aproximação do Ver p’ra Crer, o grande beneficiado pela ausência do reality-show da SIC foi mesmo O Preço Certo. Fernando Mendes liderou tranquilamente, com 10,9% de audiência média e 25,1% de share, naquela que foi a segunda melhor marca do ano – em quota de mercado – para o formato histórico da RTP1.

Por arrasto, até o Direito de Antena subiu e teve a melhor audiência do ano – 10,1% de audiência e 21,5% de share – uma sorte para a União Portuguesa de Arte em Porcelana e para o Partido Ecologista Os Verdes.

A perda de público às 19h não impediu a SIC de manter uma vantagem generosa nos números diários: 19,3% de share, contra 13,7% da TVI e 13,5% da RTP1, que continuam muito próximas.

Outros destaques

  • O Programa da Cristina regressou das férias, mas apenas com Cláudio Ramos ao leme. Liderou com 4% de audiência média e 23,2% de share, pondo fim à sequência vitoriosa do Você na TV! (2,7% / 15,2%). A Praça da Alegria (2,4% / 13,8%) foi terceira.
  • Casados À Primeira Vista II – Emoções Finais, uma repetição dos últimos programas da “experiência social”, conseguiu liderar na tarde de segunda-feira com 3,5% de audiência média e 15,4% de share.
  • Nazaré (13,8% / 26,9%) e Terra Brava (12,4% / 26,3%) não descolam dos primeiros lugares e continuam, sem novidades, a bater as novelas da TVI: Na Corda Bamba (8,2% / 16%) e Prisioneira II (6,4% / 14,3%).
  • O horário nobre da RTP1 ficou próximo das apostas da TVI, com As Idades da Inocência (7,5% / 14,6%) a bater novo máximo e Joker (6,9% / 13,8%) acima da média às 22h.
  • Apesar do bom lead-in, o filme português Linhas de Sangue ficou-se por 1,3% de audiência média e 4,4% de share na estreia em televisão. Na RTP2, Um Amor Inevitável – já com 30 anos – marcou 0,9% de audiência média e 2,8% de share, ultrapassando a aposta da RTP1 durante vários minutos.

1xBet apostas

Mais Artigos
Rock in Rio
Rock in Rio Lisboa reagendado para 2021