As Idades da Inocência. Catarina Furtado
Fotografia: Diogo Oliveira / RTP

As Idades da Inocência. Catarina Furtado mostra a magia da amizade entre crianças e idosos

As Idades da Inocência estreia a 23 de dezembro às 21h na RTP1 e, durante cinco episódios, junta as crianças de um infantário com os idosos de uma unidade de saúde, mostrando o impacto deste convívio intergeracional e o benefício que pode trazer.

Catarina Furtado, a apresentadora do programa, considerou-o “um presente da RTP” e sublinhou que este formato, originário do Reino Unido, tem conseguido nos outros países “inspirar medidas políticas” para combater o isolamento e a solidão dos mais velhos, defendo que “cai como uma luva no serviço público (…)  porque o que se pretende dele é que salte do ecrã da RTP e venha para a sociedade“.

Lê também: Conselho Geral Independente da RTP preocupado com saída da Direção de Informação

Aquilo que aconteceu foi mágico. Cada uma das crianças escolheu um idoso no primeiro dia e, na semana seguinte, já tinham um amigo para toda a vida. Tanto é, e eu posso confidenciar, que um dos idosos partiu uma perna e a criança disse que esse tinha sido ‘o dia mais infeliz da sua vida’.”, explicou a estrela do canal público.

Catarina Furtado e José Fragoso - Natal RTP
Catarina Furtado apresenta ‘As Idades da Inocência’ no lançamento da grelha de Natal da RTP, ao lado de José Fragoso (Fotografia: Pedro Pina / RTP)

José Fragoso, diretor de programas, refere que o formato proporciona “momentos magníficos” e que “a ternura está presente em cada um dos episódios“.

É possível fazermos mais pelos nossos idosos, e é muito provável que esta ideia venha a inspirar muitas juntas de freguesia e câmaras municipais a fazerem exatamente isto“, acrescentou Catarina Furtado.

As melhorias no bem-estar dos participantes foram uma das questões destacadas pela apresentadora. “Os técnicos de saúde avaliaram, cognitiva e fisicamente, os idosos, antes de as atividades acontecerem, e depois avaliaram novamente no final das cinco semanas. E aquilo que se verifica é que o impacto na saúde e nos níveis de depressão dos idosos. O impacto na saúde foi muito positivo, com muitos benefícios, os idosos quiseram voltar a viver outra vez“, realçou.

No entanto, o impacto foi também positivo para as crianças. “Os pais disseram-me que elas estavam muito diferentes, bastante mais calmas, mais curiosas em relação à sabedoria dos mais velhos, mais tolerantes. Por isso, foi muito benéfico para ambas as partes“, concluiu.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Dead To Me
‘Dead To Me’ é renovada para terceira e última temporada