O primeiro episódio da nova temporada de Conta-me Como Foi foi visto por mais 77 mil e 700 espectadores nos sete dias que se seguiram à transmissão original da série. O valor é superior ao de todos os programas transmitidos pela RTP1 em novembro.

De acordo com os dados da GfK/CAEM, estes telespectadores optaram por ver a série em diferido, através das gravações e gravações automáticas dos aparelhos televisivos. Não estão contabilizadas as visualizações em plataformas online como o RTP Play ou o streaming das operadoras de televisão por cabo.

O número alcançado pela série de época é especialmente relevante se tivermos em conta que o canal público é aquele que piores resultados tem no visionamento em diferido. Para efeitos de comparação, o programa da RTP1 que foi mais visto nos sete dias seguintes à transmissão durante todo o mês de novembro foi o The Voice Portugal (emissão de dia 24), com 66.100 espectadores adicionais. E o Canal 1 não conseguiu ter mais nenhum programa no top20 das gravações de novembro.

Conta-me Como Foi consegue, logo na estreia, superar em mais de 10 mil o número registado pelo talent-show. A série sobe de um resultado de 6% de audiência média e 13% de share nos dados que apenas contabilizam o visionamento no próprio dia para um valor de 6,8% de audiência média e 14,5% de share quando somados os espectadores dos sete dias seguintes.

A produção que narra a vida da Família Lopes nos anos 80 ainda líder nas Classes AB, com maior poder de compra, entre as quais regista uma quota de mercado de 20,5%.

A série tem todas as temporadas disponíveis em streaming no RTP Play e transmite também os episódios semanalmente em antestreia na plataforma online, no entanto não foi possível ao Espalha-Factos obter, por parte da RTP, o registo do número de visualizações por esta via. No entanto, este primeiro episódio da nova temporada surge listado como o segundo programa mais visto da plataforma.