Marie Fredriksson tinha 61 anos e há 17 que combatia uma doença de foro oncológico. A vocalista dos Roxette faleceu esta segunda-feira (9), anunciou a sua agente num comunicado enviado à imprensa.

A cantora foi voz do grupo sueco, de grande sucesso nos anos 80 e 90. Nas declarações publicadas, a manager da cantora lamentou a perda de “uma das maiores e mais amadas artistas” do país, enquanto o colega e amigo Per Gessle, com quem criou o duo, a descreveu como “a amiga mais maravilhosa ao longo de mais de 40 anos” e responsável por “dar cor” às suas “canções a preto e branco“.

Lê também: ‘Star Wars: The Rise of Skywalker’: Filme pode desencadear convulsões, alerta a Disney

Marie, além de vocalista, era também teclista dos Roxette. Os singles The Look e Listen To Your Heart marcaram o início da caminhada do grupo para a fama, em 1988, com o álbum Look Sharp!. It Must Have Been Love, uma canção de 1987 que foi incluída na banda sonora de Pretty Woman, o filme de 1990 protagonizado por Julia Roberts e Richard Gere, alavancou o coletivo nórdico para o sucesso mundial.

A cantora foi diagnosticada com um tumor cerebral em 2002, tendo depois disso passado por vários tratamentos, que lhe deixaram sequelas na visão, fala e audição. No entanto, em 2005, chegou a celebrar uma fase de remissão. Os Roxette ainda tiveram um regresso aos palcos em 2010 e lançaram um novo álbum em 2016, Good Karma. Nesse mesmo ano, Marie Fredriksson decidiu abandonar os palcos.