A novela Terra Brava registou o menor número de telespectadores desde a estreia por dois dias seguidos, indicam os números de audiência da GfK/CAEM.

A trama protagonizada por Mariana Monteiro e João Catarré ficou-se esta quarta-feira (20) por 12% de audiência média e 28,6% de share, depois de no dia anterior ter descido aos 12,3%.

A quebra não foi, contudo, suficiente para animar os números da concorrência. Na Corda Bamba, que também concorreu contra Nazaré (13,6% / 26,9%), não foi além dos 7,8% de audiência média e 15,8% de share. Prisioneira II marcou 5,9% de audiência média e 15,9% de share.

O maior motivo para a descida de Terra Brava prende-se com uma quebra muito forte na entrada do intervalo comercial, às 22h44. Nesse minuto, a audiência recuou de 13 para 10,7% e continuou depois em queda. Na segunda parte, com a descida do consumo televisivo, os números já não recuperaram e o pico máximo da novela da SIC foi de 11,5%, às 23h19.

A descida de ambas as telenovelas da noite não prejudicou sobremaneira os valores diários da SIC, que segurou a liderança com 22%. A RTP1 voltou a ser vice-líder, com 14,4% de quota de mercado, mais cinco décimas que a TVI, que ficou com 13,9%. Neste momento, apenas três décimas separam estes dois últimos canais na disputa pelo segundo lugar em novembro.

Outros destaques

  • O documentário Mar, A Última Fronteira estreou na RTP1 com 7,3% de audiência média e 14,1% de share.
  • MacGyver já se aproxima da barreira dos 100 mil espectadores na RTP Memória. Marcou 1,1% de audiência média e 2,3% de share no episódio de quarta-feira. O canal marcou 1,3% de share diários e obteve a melhor audiência média desde maio.
  • Tânia Ribas de Oliveira bateu Fátima Lopes quando os programas das duas foram transmitidos em simultâneo. A Nossa Tarde terminou com 2,4% de audiência média e 12,9% de share, enquanto A Tarde É Sua, que começou mais tarde, ficou com 3% de audiência média e 12,2% de share. Júlia liderou com 4% de audiência média e 19% de share.