Weeds terminou há sete anos, mas a história da série vai continuar. A notícia foi avançada pelo site Variety e confirmada pela produtora Lionsgate.

O último episódio de Weeds, It’s Time, terminou com um salto temporal de vários anos, em que se vê a protagonista já com um negócio legal – venda de cigarros com canábis – mas afastada da família.

Weeds 4.20, como o diretor executivo da Lionsgate se referiu à sequela, vai precisamente pegar aí. A nova série vai-se passar 10 anos depois do eventos da série original, numa altura em que a comercialização da marijuana já foi legalizada.

O nome da atriz Mary-Louise Parker que deu vida a Nancy, a personagem principal de Weeds, é apontado como o grande regresso da sequela, uma vez que a história vai girar de novo em torno de Nancy.

Lê também: Revenge vai ter sequela 

Victoria Morrow que trabalhou como guionista e co-produtora executiva assume agora as rédeas do projeto que passa da Showtime para a Starz. Até ao momento, o criador de Weeds – Jenji Kohan – não está associado à sequela.

“Quero lembrar toda a gente de que o velho também é novo”. Foi assim que Jon Feltheimer, CEO da Lionsgate confirmou o regresso da série de humor negro ao pequeno ecrã. Avançou ainda que estão a trabalhar num novo projeto ligado a Mad Men, ainda que tenha admitido que só vão avançar mais detalhes sobre o mesmo no final deste mês.

Weeds foi para o ar entre 2005 e 2012, tendo ultrapassado a marco dos 100 episódios durante as suas oito temporadas. Foi nomeada a vários prémios, tendo alcançado dois Emmy, dois Globos de Ouro e um WGA Award.

Acompanha a família Botwin, sobretudo a matriarca Nancy, que depois da morte do marido se envolve no negócio da venda ilegal de marijuana para sustentar a família.