Numa altura em que a desinformação é um dos temas em constante ordem do dia, é necessário saber identificar e encontrar formas de eliminar as fake news do nosso quotidiano e conseguir a propagação de uma informação livre e verdadeira. A crise da verdade é a questão real que Katherine MaherCEO da Wikimedia Foundation, discutiu na Web Summit 2019.

Wikipedia, plataforma integrante do grupo Wikimedia, é um dos mais populares sítios na Internet. Apesar de reunir uma extensa quantidade de informação em milhões de páginas sobre praticamente todos os temas imagináveis, tem, na verdade, uma estrutura relativamente simples. É o seu caráter informativo, quase dicionário, que a tornou o mais famoso agregador de factos a nível global.

Mesmo que se busque na Wikipedia as respostas às mais variadas questões, há uma que se sobrepõe, aquela realizada por Katherine no início da sua apresentação: estará o mundo numa crise de conhecimento?. Para a coordenadora da plataforma, o mundo não está, de facto, inserido nesta crise, tendo em conta o papel central que o conhecimento tem na sociedade atual.

Podemos estar, porém, numa “crise de confiança, porque a confiança é “essencial para as sociedades contemporâneas”. Tendo em conta a forma como vivemos, somos obrigados a “confiar em sistemas que não podemos ver ou tocar, a confiar em pessoas com quem nunca vamos falar, ciência que nunca iremos compreender“.

Web Summit

Fotografia: Tiago Serra Cunha/EF

Essencialmente, esta falha de confiança “sem precedentes na nossa sociedade” surge de questões de inequidade, corrupção governamental ou a difícil distinção (“intencional“) entre verdade e mentira, que leva a um declínio de justiça e funcionamento das democracias atuais. A manipulação da informação é, segundo Katherine, “uma arma perigosa“, que pode comprometer instituições, eleições e, até, a liberdade de imprensa.

A falta de confiança aliada às causas sociais

Quando os sistemas param de funcionar para todos nós, paramos de confiar neles e começamos a desconfiar uns dos outros. Seja qual for a causa, esta crise de confiança está a destabilizar a sociedade, o futuro e o ambiente, acrescenta a presidente da Wikipedia, numa referência a um dos temas de ordem desta edição da Web Summit, a crise climática.

A discussão acerca desta temática, bem como as opiniões polarizadas acerca da mesma, é um exemplo da crise de confiança em que estamos inseridos. “Globalmente, sabemos a escala da atual crise do clima. No entanto, falhamos em chegar a um consenso sobre a urgência, a necessidade de intervenção e das nossas responsabilidades enquanto cidadãos e nações“.

Assim, para Katherine Maher, esta crise da verdade não é apenas uma inconveniência, mas sim uma “ameaça existencial definitiva, uma vez que “sem confiança [nos factos e] nas instituições que os possibilitam, falhamos em ter capacidade para ultrapassar soluções individuais para uma mudança no sistema“.

A necessidade de informação livre e aberta

A solução parece passar pela estratégia em que a fundação da Wikipedia se baseia. “Na Wikipedia sabemos que o conhecimento é mais poderoso quando é aberto e livre”, acrescenta, ressaltando que este é um projeto de completa independência e “repleto de integridade“, que pretende espalhar conhecimento factual, bem como a sua partilha, um “legado da nossa humanidade“.

De uma plataforma de aspeto simples para um sucesso “improvável“, Katherine confirma que a Wikipedia, enquanto plataforma e conceito, permite uma compreensão global do que é uma fonte de conhecimento livre, aberta e gratuita, na qual todos podem participar na difusão de factos verdadeiros e acrescentados. Querem, assim, “um lugar para todos“, que tem um denominador essencial: “o acesso ao conhecimento torna o mundo num lugar melhor“.

Lê também: Web Summit 2019. Contradições do Brexit em foco no segundo dia