Esta terça-feira (5) assinala-se o Dia Mundial do Cinema. Como tal, o Espalha-Factos apresenta-te os Dez Melhores Filmes de Sempre segundo o IMDb, mas pela ordem que consideramos mais adequada.

10. O Padrinho: Parte II

O segundo filme de O Padrinho (1974), da responsabilidade de Francis Ford Coppola, continua a história da família Corleone, uma poderosa família italiana que controla a máfia nos Estados Unidos. A parte II narra os acontecimentos deixados pendentes na primeira parte da obra que é, segundo muitos, um dos melhores filmes alguma vez realizados. Este foi mesmo nomeado e vencedor de vários prémios, nomeadamente de 6 Óscares.

Posição IMDb: 3.ª (9,0 estrelas)

9. Os Condenados de Shawshank 

A liberdade é um direito, mas nem todos a merecem. Só os inocentes. A história realizada por Frank Darabont (1994) é baseada no romance de Stephen King e conta-nos a vida de vários presidiários e as suas lutas entre passado, antes do crime, e o presente. Podemos dizer que foi o filme que serviu de inspiração para Prison BreakOs Condenados de Shawshank foi também indicado para vários prémios, tendo mesmo tido sete nomeações para os Oscars.

Posição IMDb: 1.ª (9,2 estrelas)

Lê também: Os Condenados de Shawshank está na Netflix. Como é “o melhor filme de sempre” para quem só o viu agora?

8. O Bom, o Mau e o Vilão 

O mais conhecido filme western (1966), liderado por Clint Eastwood, foi dirigido por Sergio Leone. Com uma das bandas-sonoras mais inesquecíveis do cinema, o filme foi produzido numa parceria entre a Alemanha Ocidental, a Itália, a Espanha e os Estados Unidos. O filme ficou conhecido pelas inovações técnicas da realização, como os close-ups e os long shots, assim como pela violência e pela tensão criada em várias das cenas. O Bom, o Mau e o Vilão é o último filme de uma trilogia.

Posição IMDb: 9.ª (8,8 estrelas)

7. O Cavaleiro das Trevas 

O segundo filme da trilogia de Christopher Nolan (2008) traz Heath Ledger como Joker, uma atuação que lhe rendeu postumamente o Óscar de Melhor Ator Secundário. Já Christian Bale foi o intérprete do herói da DC, o BatmanPara além de um sucesso entre os críticos, O Cavaleiro das Trevas foi igualmente um grande sucesso de bilheteiras. O filme de Christopher Nolan merece a menção por romper com o clássico filme de super-herói, mostrando um diferente lado de um dos vilões mais memoráveis da história.

Posição IMDb: 4.ª (9,0 estrelas)

6. Pulp Fiction 

Um dos grandes filmes de culto, Pulp Fiction (1994) colocou Quentin Tarantino num pedestal. A história dos criminosos que se cruzam de maneiras curiosas influenciou vários e tornou-se um dos filmes mais consagrados dos anos 90. Apesar de não ter vencido nenhuma estatueta nos Óscares, Pulp Fiction é dos filmes mais lembrados da época e o maior marco na carreira do realizador, que é ainda hoje um dos mais aclamados de Hollywood.

Quentin Tarantino regressou este ano com Era Uma Vez… Em Hollywood, um filme que apesar de visitar a glória, não é glorioso.

Posição IMDb: 8.ª (8,9 estrelas)

5. Clube de Combate

Dirigido por David Fincher, Fight Club (ou Clube de Combate, em Portugal) é inspirado no livro homónimo de Cluck Palahniuk e foi um grande sucesso em 1999. Protagonizado por Brad Pitt, Edward Norton e Helena Bonham Carter, Clube de Combate não foi um sucesso imediato e não agradou os críticos, apesar de ter sido descrito como inovador. No entanto, o filme de Fincher acabou por se tornar um grande sucesso durante o lançamento do DVD e é, hoje, um grande filme de culto e um dos mais influentes de todos os tempos.

Posição IMDb: 10.ª (8,8 estrelas)

4. Doze Homens em Fúria 

Doze Homens em Fúria (1957) define-se numa só palavra: preconceito. Magistralmente interpretado, o filme de Sidney Lumet é o exemplo perfeito de como o preconceito pode levar a perceções totalmente distintas da realidade. A história do julgamento de um homem que pode ter, ou não, cometido um grave crime, e cujo desenvolvimento do caso cabe a doze homens do júri, resultou numa das mais belas longas-metragens já realizadas e, indiscutivelmente, a melhor dos anos 50. Henry Fonda entregou a melhor atuação da sua vida e Lumet apresentou um filme que fica na história do cinema como o filme que abriu mentes e que mudou corações. Julgar o desconhecido é sempre o passo mais fácil, mas nem sempre o mais correto.

Posição IMDb: 5.ª (8,9 estrelas)

3. O Senhor dos Anéis: O Regresso do Rei 

O terceiro filme da trilogia (2003) inspirada na obra de J. R. R. Tolkien é, sem grandes indecisões, o melhor da trilogia. O épico final da história da Terra Média é, até à data, o filme com mais vitórias nos Óscares, juntamente com Titanic e Ben Hur, tendo arrecadado 11 estatuetas. Na altura, o capítulo final conquistou o 13.º lugar nas bilheteiras mais rentáveis da história do cinema, tendo sido o desfecho poderoso de uma história que marcou milhões e que marcou uma nova fase no cinema de Hollywood.

Uma nova adaptação da obra de Tolkien, desta vez no formato série, já foi confirmada pelas mãos da Amazon.

Posição IMDb: 7.ª (8,9 estrelas)

2. A Lista de Schindler

A Segunda Grande Guerra Mundial é o pano de fundo do filme de Steven Spielberg (1993), naquele que é, até hoje, a sua melhor longa-metragem. Oskar Schindler foi um espião e membro do Partido Nazi que salvou mais de mil judeus durante o Holocausto. O ato heróico de Schindler rendeu-lhe uma imortalização na literatura, na obra Schindler’s Ark, um livro australiano que serviu de base para o filme de Spielberg. Baseado em acontecimentos verídicos, A Lista de Schindler foi nomeado para 12 Óscares, tendo vencido 7, entre eles os de Melhor Filme e Melhor Realizador.

Posição IMDb: 6.ª (8,9 estrelas)

1. O Padrinho 

A máfia italiana como nunca tinha sido vista. A obra-prima de Francis Ford Coppola (1972) é a adaptação baseada no romance de Mario Puzo. A família Corleone é a roda que faz girar a ação durante toda a trilogia, sendo que o primeiro filme se foca na emblemática personagem vivida por Marlon Brando, naquele que será para sempre relembrado com o papel da sua vida: Don Vito Corleone, o poderoso mafioso italiano que encontrou um futuro próspero na América.

O retrato da máfia italiana de Mario Puzo é dos mais brilhantes já feito até hoje e a adaptação de Coppola é, sem qualquer dúvida, uma das maiores composições da sétima arte.

Posição IMDb: 2.ª (9,1 estrelas)

Menção honrosa: E Tudo o Vento Levou 

Para além de ser um dos mais emblemáticos filmes da Era de Ouro de Hollywood, E Tudo o Vento Levou é a adaptação do clássico da literatura norte-americana com o mesmo nome. A obra de Margaret Mitchell é um dos retratos mais fiéis da Guerra Civil Americana. A história de Scarlett O’Hara é das icónicas da história, sendo a adaptação cinematográfica um filme que nunca se esquece. Repleto de diálogos comoventes e arrojados, E Tudo o Vento Levou recebe a nossa menção honrosa como um dos melhores filmes de sempre já feitos.

Posição IMDb: 165.º (8,1 estrelas)

LÊ TAMBÉM: JOKER: JOAQUIN PHOENIX DISCUTE PLANOS PARA UMA SEQUELA