Atypical, a série da Netflix que se foca na vida e peripécias de Sam Gardner, um jovem rapaz no espectro autista, e na sua família, regressa a 1 de novembro com a terceira temporada.

Imagem: Divulgação / Netflix

A terceira temporada retoma a história onde a deixámos: Sam (Keir Gilchrist) está a caminho da universidade para estudar Ilustração Científica, Casey (Brigette Lundy-Paine) tem de lidar com os sentimentos que sente por Izzie (Fivel Stewart) enquanto namora com Evan (Graham Rogers), e os pais, Elsa (Jennifer Jason Leigh) e Doug (Michael Rapaport), continuam a gerir as repercussões do caso de Elsa.

Se o tema da primeira temporada era encontrar amor, e o da segunda a procura pela independência, esta nova temporada terá como tema o sucesso, como disse Robia Rashid (creadora da série) à TV Guide. Sam quer ser bem-sucedido nesta nova fase da sua vida, mas para isso terá de equilibrar a universidade, o trabalho, amizades e relacionamentos, ao mesmo tempo que terá de lidar com novas e stressantes situações – dos dormitórios aos novos colegas. Simultaneamente, Sam quer singrar por mérito próprio, o que o faz questionar se utilizará ou não a ajuda disponível no campus para alunos no espectro, e se deve ou não divulgar a sua condição aos novos colegas. Como podemos ver no trailer, a percentagem de alunos no espectro que se licenciam em quatro anos é de 1 em 4, e Sam sente o peso dessa estatística.

Lê também: Timothée Chalamet e Robert Pattinson vão à guerra em ‘The King’

A ida de Sam para a universidade afetará também as suas relações com Zahid (Nik Dodani) e Paige (Jenna Boyd): a primeira enfrentará nesta temporada um verdadeiro obstáculo, e a segunda sofrerá com a distância, que afeta sobretudo Paige.

Imagem: Divulgação / Netflix

Ao mesmo tempo, a sua irmã Casey não tem também a vida facilitada. Após entrar num colégio graças a uma bolsa como aluna-atleta, Casey apercebe-se que tem sentimentos pela sua nova amiga Izzie – mas Evan, o seu namorado, é um bom e amoroso rapaz de quem Casey ainda gosta. Esta temporada verá Casey lidar com a sua recém-descoberta orientação sexual, ao mesmo tempo que tem de escolher entre Izzie e Evan – uma escolha que será sobre quem é melhor para ela, e não, garantiu a atriz que interpreta Casey à TV Guide, sobre o género dessa pessoa. Uma grande questão nos novos episódios de Atypical será, aliás, o conformismo de Evan, cuja pequena ambição colide com a vontade de Casey de se afastar da mãe e de casa, em Connecticut.

Atypical

Imagem: Divulgação / Netflix

A nova temporada adiciona ainda um novo elemento ao elenco: Sara Gilbert (Darlene em Roseanne e Leslie Winkle em A Teoria do Big Bang) está confirmada no elenco, e surge no novo trailer no papel que parece ser de alguém – orientador ou professor – na Denvor University, onde estuda Sam.

Positiva e empática, Atypical chega à terceira temporada mais corajosa que nunca – após encontrar a voz de cada personagem, chegou agora a altura de elas experienciarem as suas peripécias em todo o seu potencial. A comédia dramática não foge aos temas que se propõe a analisar, e continua a ser uma das melhores comédias do seu formato da Netflix, onde volta com a sua nova temporada dia 1 de novembro.