Se já assististe a À Procura de Alaska, então sabes o papel fulcral que a música tem nesta série ao conseguir transportar-nos para 2005. Agora, já podes ouvir toda a banda sonora numa playlist repleta de clássicos e reinterpretações de músicas que marcaram os anos 2000.

O peso da música em À Procura de Alaska

Não é nova a importância dada à música nas séries de Josh Schwartz e Stephanie Savage. O seu poder transportador é essencial não só no peso emocional que pode dar às cenas, como na localização temporal do filme ou série. À Procura de Alaska é baseado no livro de John Green, publicado em 2005, e é para a década de 2000 que as músicas escolhidas para integrar a banda sonora nos levam, desde o início do primeiro episódio.

Looking for Alaska

Imagem: Hulu/divulgação

Para além dos temas nostálgicos que compõem a banda sonora, esta conta também com covers contemporâneas e alguns temas icónicos da década. Os temas reunidos na playlist são complementados pela música This is Us, escrita para a série por Siddhartha Khosla, que acompanha as cenas mais emocionais.

LÊ TAMBÉM: DRAG RACE GANHA UM NOVO SPIN-OFF: RUPAUL’S CELEBRITY DRAG RACE

playlist

Composta por quase 50 temas, a maioria dos géneros rock e alternativo, a playlist inclui temas como Blue Orchid dos The White  Stripes, Ask Me Anything dos The Strokes, All These Things I’ve Done dos The Killers e The Way We Feel dos Spoon, mas também Feel Good Inc. dos Gorillaz, Are You Gonna Be My Girl dos Jet, The World at Large dos Modest Mouse e So Here We Are dos Bloc Party.

Outros temas, também icónicos da década, saltam à vista destacando-se desses dois géneros: P.I.M.P. de 50 Cent, Fix You dos Coldplay, Since U Been Gone de Kelly Clarkson, Ooh La La dos Goldfrapp, e Milkshake de Kelis (na versão original e numa cover de Buddy).

Imagem: HBO Portugal/divulgação 

Outras covers que surgem na playlist desta minissérie são também uma versão de 2000, na voz de Mary Lou Lord, de You’re Gonna Make Me Lonesome When You Go , tema original de Bob Dylan, e An Honest Mistake, dos The Bravery, interpretada por Mating Ritual e Lizzy Land numa versão feita para À Procura de Alaska.

Para lá dos anos 2000

Assim como ela, outras músicas mais atuais presentes na banda sonora da série são Shine de Mondo Cozmo e Young Forever dos JR JR, um tema que também integra a banda sonora da segunda temporada de 13 Reasons Why.

Três outras músicas surgem na banda sonora de forma surpreendente mas intencional, todas elas anteriores a esta época: Lovely Day de Bill Withers (1977) e She’s Comin’ Home dos The Wailers, uma música de Natal de 1965. Estas são ambas mais antigas que a época da série, mas a sua sonoridade não se distancia muito da restante presente na playlist.

Já a inclusão de Künstlerleben (Op.316), uma valsa de Johann Strauss II, acompanha a cena do baile de debutante de Sara, namorada de Coronel, uma peça de música erudita romântica do século XIX (1867) que destoa intencionalmente dos restantes temas – assim como o baile em si destoa dentro do ambiente de colégio interno nos anos 2000, ressaltando o carácter antiquado do evento. Não se estranha tanto quando uma quarta música mais antiga surge na banda sonora – a Macarena dos Los del Rio, que, apesar de ser de 1993, continuou icónica durante a primeira década de 2000, obrigatória em qualquer festa juntamente com a sua coreografia.

A playlist de 46 músicas já está disponível no Spotify, onde podes ouvir todos estes e outros temas. A minissérie de oito episódios da Hulu segue Miles Halter, um adolescente que entra num colégio interno no Alabama (EUA), e das amizades que forma na escola. A história de coming-of-age está disponível na sua totalidade em Portugal na HBO Portugal.

LÊ TAMBÉM: PASSADO, PRESENTE E FUTURO: OS 60 ANOS DA RTP NO PORTO