O sucesso comercial e crítico de Joker, realizado por Todd Phillips, tem sido nada mais nada menos que impressionante. Mas parece que Jared Leto, o anterior Joker, não queria que esta versão do mais famoso vilão de Batman alguma vez visse a luz do dia.

Segundo fontes do The Hollywood Reporter, o ator/músico tentou impedir que este novo filme com Joaquim Phoenix fosse para a frente, pedindo aos seus agentes (que entretanto despediu) que falassem com a Warner Bros. para interromper o desenvolvimento do filme.

A produtora não cedeu, apesar de não ter grandes esperanças para o projeto devido à sua classificação etária e natureza mais violenta.

Joker (Joaquim Phoenix)

Imagem: Warner Bros. / DC

Para todos os efeitos, o risco compensou: Joker tem sido um sucesso quase unânime e a performance de Joaquim Phoenix, ao transformar-se de comediante falhado para rei do crime, é comparada ao desempenho evangelizado de Heath Ledger em The Dark Knight, ainda considerado um dos melhores vilões de sempre.

LÊ TAMBÉM: JOKER BATE RECORDES DE BILHETEIRA NO FIM DE SEMANA DE ESTREIA

De um palhaço para o outro

Joker (Jared Leto) em Suicide Squad

Imagem: Warner Bros. / DC

Jared Leto interpretou uma versão diferente de Joker em Suicide Squad (2016). A sua interpretação da personagem, um gangster mais bling do que o tradicional, foi alvo de muitas críticas, apesar do empenho do ator em integrar-se no espírito do vilão da DC com presentes macabros e outros eventos bizarros.

A performance também não foi do agrado da equipa criativa do filme de David Ayer: a presença e relevância de Joker no filme foi cortada drasticamente, algo que Leto admitiu abertamente.

Apesar de tudo, o Joker de Leto estava integrado no DC Extended Universe (DCEU), a tentativa da DC criar o seu próprio universo cinematográfico, à semelhança da concorrente Marvel.

Joker (Jared Leto) e Harley Quinn (Margot Robbie) em Suicide Squad (2016)

Ainda em ‘Suicide Squad’, Joker regressa para libertar Harley Quinn (Margot Robbie), claramente sugerindo aventuras futuras.

O futuro desta versão de Joker parecia estar seguro…

No entanto, o mais recente trailer de Birds of Prey, um filme sobre uma equipa de criminosas liderada por Harley Quinn, abre com a personagem a revelar que terminou com Joker, efetivamente justificando o seu desaparecimento na narrativa do filme.

Para além disso, Leto não está envolvido no quase-reboot de The Suicide Squad (2021) de James Gunn. Apesar de manter alguns dos atores e personagens do filme original, não é uma sequela direta.

Em último recurso, o Joker de Jared Leto tinha presença quase garantida num eventual filme de Batman com Ben Affleck, outro integrante do DCEU. Infelizmente, o Batman de Affleck também está prestes a ser substituído.

Robert Pattinson em Life (2015)

Imagem: See-Saw Films

À semelhança de Joker, o filme The Batman, de Matt Reeves, também se está a distanciar do DCEU. O filme conta com Robert Pattinson no papel principal e Jeffrey Wright no papel de Comissário Gordon, que vem substituir J.K. Simmons de Justice League.

Tendo em conta que o único outro projeto da DC que efetivamente integra o DCEU é Wonder Woman 1984, tudo indica que o tempo de Jared Leto enquanto Joker está terminado.

LÊ TAMBÉM: LUSO: FILME SOBRE PORTUGUÊS QUE LUTOU AO LADO DE GEORGE WASHINGTON TEM ORÇAMENTO DE 15 MILHÕES