A peça “As Cadeiras” de Eugène Lonesco, sobe a palco no Teatro do Bairro de 23 de outubro a 10 de novembro. O espetáculo conta com a encenação de António Pires e interpretação de Carmen Santos, Luís Lima Barreto e Rafael Fonseca.

O espetáculo tem ante-estreia marcada pelo 18 a 20 de outubro, no Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada. Após as apresentações no Teatro do Bairro, a peça seguirá em digressão a meados de novembro, em Braga e Ponte de Sor.

A obra versa sobre a ambivalência entre o trágico e o cómico, o sonho e o pesadelo. Este desconserto é assumido como “o cómico é trágico e a tragédia do homem, irrisória” e definida como uma farsa trágica.

LÊ TAMBÉM: MON€Y: O DINHEIRO CHEGA AO PALCO DO TEATRO NACIONAL D. MARIA II

O texto traduzido por Fátima Ferreira e Luís Lima Barreto sublinha o isolamento numa casa numa ilha batida pelas vagas. Um casal de velhos, que repete as estórias do passado, para reavivar o seu amor e a solidão comportada pela idade que têm, 94 e 95 anos, respetivamente.

Um homem pensador e que transmite uma mensagem à humanidade. De modo a fazer chegar melhor a sua mensagem à audiência, convida um orador profissional, que lhe traduz os pensamentos e que consequentemente tem a tarefa de clarificar o pensamento e discurso do velho. A cena é completa por “convidados”, que ainda que invisíveis aos olhos do espectador, atuam como fantastmas e vão preenchendo o espaço físico e emocional da cena.

Os bilhetes já se encontram à venda e os preços variam entre os 5€ e os 12€.