Se és fã de The Walking DeadFBI, Anatomia de Grey ou This Is Us então esta notícia é para ti. A partir de hoje (25), a FOX desafia todos os portugueses a darem voz às suas séries favoritas. “Estreia-te”!

O grupo líder em pay tv dá aos portugueses a possibilidade de se estrearem nos canais FOX, FOX Life, FOX Movies, FOX Crime e FOX Comedy.

FOX Portugal

Foto: divulgação

A FOX permite agora que novas vozes dirijam as estreias durante os meses de outubro e novembro. “Não é preciso ter uma dicção perfeita, e quer seja do Norte, Centro ou Sul do país, sem esquecer as ilhas, todos terão oportunidade de participar”.

Lê também: MODERN FAMILY CHEGA AO FIM. AINDA TE LEMBRAS COMO TUDO COMEÇOU?

Como posso participar?

A partir de hoje (25) serão disponibilizados em mupis, no digital e na televisão, os guiões de participação. Os participantes terão de ler, gravar o áudio no telemóvel e enviar para o número 960 182 700, através da aplicação WhatsApp.

Cada guião corresponde a uma série específica. As séries em causa são: FBI, The Walking Dead, Seal Team, Mom, Marlon, Testemunha Silenciosa, Anatomia de Grey, New Amsterdam, Station 19, This Is Us e Especial La Bruta Famiglia.

Confere alguns dos guiões de participação:

Em comunicado, Catarina Barradas,  diretora de Marketing da FOX Networks Group, em Portugal, refere que “este é, provavelmente, um dos mais desafiantes projetos de comunicação de marca que tivemos, mas, sem dúvida, aquele que nos vai permitir, efetivamente, trazer os portugueses para junto de nós”. A responsável reafirma ainda a liderança no mercado de pay tv, salientando que “mais de dois milhões de pessoas” sintonizam, por dia, nos canais FOX.

Hellington Vieira, diretor criativo, explica que “em Portugal os canais FOX têm posicionamentos diferentes, porque os nossos espetadores também têm preferências distintas. Então porque não fazer uma campanha que destaque precisamente estas diferenças?”.

Hellington Vieira destaca também que o projeto pretende mostrar que não existem vozes imperfeitas, “não existem razões para discriminação, muito menos com a nossa voz, sotaque ou outra qualquer característica da nossa identidade”.

Lê também: AMERICAN HORROR STORY – 1984: TERROR À MODA DOS ANOS 80