Downton Abbey está de volta, agora no grande ecrã, a partir desta quinta-feira, 19 de Setembro. O filme conta com todas as personagens de que nos tínhamos despedido em 2015, quando a série terminou ao fim de seis temporadas.

Espalha-Factos diz-te o que podemos esperar do regresso de Downton Abbey, das diferenças nos cenários ao regresso dos favoritos do público.

Escala Aumentada

A produção cinematográfica permitiu um aumento no nível de detalhe do guarda-roupa, dos cenários, e até da cinematografia. O próprio tamanho do ecrã de cinema implicou uma atenção redobrada com os detalhes do guarda-roupa e na caracterização em geral.

As gravações voltaram a Highclere Castle, a (agora) famosa casa senhorial britânica que é a ficcional morada de Lord Grantham. Apesar de os cenários terem sido quase todos reutilizados, alguns, como a cozinha de Downton, sofreram renovações. Neste caso, a cozinha foi ampliada para permitir novos ângulos, mais cinematográficos.

Imagem: Divulgação / NOS Audiovisuais

Para este filme, a produção gravou também em Harewood House, que foi a casa  da Princesa Mary, tia da atual rainha Isabel II. No filme, Downton prepara-se para uma visita real dos reis Jorge V e Mary, que lá ficam de passagem a caminho para visitar a filha, recém-casada com Lord Lascelles. Este acontecimento – ficcional mas realista – traz pompa e circunstância à história, e serve de justificação para o aumento da escala da produção.

Uma visita real seria, afinal, o ponto máximo em termos de atividade para qualquer casa senhorial inglesa, e a maior honra e ambição das famílias que nelas vivem.

A visita real traz também ao ecrã, pela primeira vez, a Tropa do Rei da Casa Real de Artilharia, um esforço enorme de produção, mas que permitiu recriar com mais fidelidade aquela que seria a entourage de uma comitiva real.

Favoritos de Sempre

Após um episódio final que concluiu várias histórias e deixou-nos com a sensação de série (bem) terminada, este filme encontra as nossas personagens favoritas onde as deixou, agora em 1927.

Edith (Laura Carmichael) casou com Bertie (Harry Hadden-Paton) e, numa surpreendente reviravolta, tornaram-se marqueses. Mary (Michelle Dockery) finalmente encontrou a felicidade com Henry Talbot (Matthew Goode), e vivem em Downton, onde Mary tem agora o controlo assumido da casa.

Tom (Allen Leech) decide ficar e assumir-se como parte da família. A sua vida amorosa, no entanto, foi uma das poucas questões deixadas abertas no final da série – e é, como deixa antever o trailer, um tema que será tocado no filme com o surgimento de uma nova personagem.

Anna (Joanne Froggatt) e Mr. Bates (Brendan Coyle) vivem finalmente em paz com o seu filho e continuam a trabalhar na casa, enquanto Mr. Carson (Jim Carter) e Mrs. Hughes (Phyllis Logan) aproveitam a reforma. Thomas Barrow (Robert James-Collier) é agora o mordomo de Downton, enquanto Daisy (Sophie McShera) e Mrs. Patmore (Lesley Nicol) continuam como dupla inseparável na cozinha.

É assim que o filme encontra Downton Abbey quando os reis de Inglaterra anunciam a sua visita, mas outros dramas surgirão, tanto nos salões como na cozinha.

Novas Personagens

Apesar de este ser um filme para os fãs, e de ser principalmente nostálgico, novas personagens aparecem para contar esta história.

Os reis, interpretados por Geraldine James e Simon Jones, trazem a Downton uma comitiva de novas personagens que incluem a dama-de-companhia da rainha, Maud Bagshaw, interpretada por Imelda Staunton (que talvez conheças da saga Harry Potter, e que é casada com Jim Carter, que interpreta Mr. Carson), e a sua aia, Lucy Smith, interpretada por Tuppence Middleton, assim como o mordomo real, trazido ao ecrã por David Haig.

Imagem: Divulgação / NOS Audiovisuais

Nostalgia

Mais que outra coisa, este é um filme que foi um presente para os fãs e para o elenco, feito graças à dedicação de toda a equipa e à vontade demonstrada por uma audiência mundial – Downton Abbey é a série estrangeira, até agora, com mais nomeações para os Emmys, e era assistida em todo o mundo.

O filme estreia agora em pelo menos 57 países, quatro anos após o último episódio da série, e quase dez anos desde o seu início, e promete deleitar o fãs, dos oito aos oitenta.

Lê Também ‘FRIENDS’: 10 MOMENTOS HILARIANTES A NÃO ESQUECER