Alexander Ludwig, ator que vive Björn em Vikings, marcou presença na Comic Con Portugal e revelou alguns detalhes dos bastidores da série, que no nosso país é transmitida pelo AMC.

Na série produzida pelo Canal História, o ator canadiano encarna Björn Ironside, filho de Ragnar Lothbrok, um dos mais temidos vikings na mitologia nórdica. Presente no enredo desde a segunda temporada, Ludwig salienta o grau de exigência que é necessário para Vikings e não tem dúvidas que é o papel mais importante que vai ter na sua carreira.

“Já estou há cinco anos [nesta série] e é uma grande experiência. Acho que será a personagem mais díficil que alguma vez vou ter, isto por causa das condições adversas [do clima] das quais temos de atuar“, conta.

Fotografia: Diogo Marques / EF

No que diz respeito às cenas que envolvem as lutas entre os guerreiros nórdicos, Alexander Ludwig considera que há uma grande dimensão logística e que, apesar das preparações para executar as cenas, existem fatores que nenhum ensaio consegue antecipar.

“As preparações para esse tipo de cenas [de luta] por vezes levam duas semanas ou até mesmo um mês. Chegaram-me a dizer que tivemos mais figurantes que no filme do Braveheart (…) Nós gravamos na Irlanda e há certos momentos que chove e neva ao mesmo tempo. Em termos físicos é mesmo muito exigente”.

Em relação à última temporada, o canadiano afirma que os fãs podem esperar um Björn mais líder, mais crente de si próprio mas isso levará com que cometa erros na trama. Para além disso, Alexander acredita que interpretá-lo representou para si uma masterclass no mundo da representação.

Os primeiros passos

Alexander Ludwig está envolvido nesta indústria desde os nove anos. Isto deve-se ao facto de a sua mãe – Sharlene Martin – ser também atriz. A estreia como ator aconteceu num anúncio de um brinquedo ligado à franquia do Harry Potter. “Gostei imenso dessa minha primeira experiência. Para além de ter recebido [cachet] pude ficar com o brinquedo o que na altura foi incrível!”, conta entre gargalhadas.

O ator entrou também nos filmes da saga Hunger Games. Revelou que, originalmente, fez o casting para interpretar Peeta Mellark mas o realizador Gary Ross quis que Alexander encarnasse o papel de Cato.

“Na altura [do casting] estava num período díficil da minha vida e quando soube que não tinha ficado como o papel de Peeta fiquei destroçado, porque já estava mentalizado que iria ficar com ele. Felizmente o Gary Ross [o realizador] deu-me uma chance e estou agradecido por isso”.