A SIC tocou a reunir e o quartel general da estação de Paço de Arcos deslocou-se em peso ao Capitólio, no centro de Lisboa, para a apresentação das novidades da nova temporada. Que, na verdade, não foram nada que já não soubéssemos. As datas de estreia e outras apostas continuam, para já, uma incógnita.

A nova edição de Casados à Primeira Vista, as telenovelas Nazaré e Terra Brava, a terceira temporada de Golpe de Sorte e ainda algumas novidades na informação vão ser os principais destaques na nova temporada, quase todas sem data de estreia anunciada. Por estrear fica também A Árvore dos Desejos, que marcará o regresso de João Manzarra aos programas a solo.

Num discurso de abertura essencialmente comemorativo, Francisco Pedro Balsemão, CEO da Impresa, faz um balanço do último ano, referindo a conquista da liderança das audiências por parte do canal ao longo dos últimos sete meses e sublinhando os momentos mais importantes desse trajeto.

A liderança fica-nos muito bem“, afirma o gestor, sublinhando o mérito da SIC nesta conquista. Reforçando que este é um trabalho de equipa em que todos fizeram a sua parte, um dos tons mais dominantes ao longo do discurso foi acerca da fidelidade da estação ao seu ADN e aos seus valores, sendo referidas as várias mudanças como sendo sempre coerentes com a identidade fundadora da marca e relembrando que a SIC nunca se afastou dos espectadores, manteve a liderança nos targets comerciais e no horário nobre.

Nunca baixámos os braços e foi por isso que conquistámos ainda mais espectadores e chegámos ao topo“, defende Balsemão, abrindo a porta ao desfile das várias apostas do canal.

A força da natureza já entrou em cena

Afonso Pimentel, Carolina Loureiro e José Mata - Nazaré

Fotografia: João Marcelino / Espalha-Factos

Nazaré, a nova novela, estreou esta segunda-feira (9) e teve direito a sessão de visionamento com o elenco, que conta com nomes como José Mata, Afonso Pimentel, Ruy de Carvalho, Rogério Samora e Inês Castel-Branco. Carolina Loureiro, que vive a sua primeira protagonista, diz em declarações ao Espalha-Factos, não sentir “pressão“, mas sim “responsabilidade“. “Eu sinto responsabilidade, e quero estar 100% focada, mas é essa a palavra certa“, adiantando depois que a personagem “é uma força da natureza que vai mostrar o amor por alguém está acima de tudo – se amares muito uma pessoa, consegues virar o mundo por ela“. A produção vai estar no ar de segunda a sexta-feira logo a seguir ao Jornal da Noite.

Na ficção foi ainda anunciada Terra Brava. A aposta deverá substituir Alma e Coração, atualmente na segunda linha do horário nobre, mas não tem também nenhuma data marcada para o arranque. Mariana Monteiro, que admitiu não estar autorizada a contar muita coisa, contou que a protagonista se chama Beatriz, “uma ‘brava’, uma mulher de coragem e de força, que me fez aprender um novo desporto – hei-de descobrir aqui uma nova paixão“.

João Catarré e Mariana Monteiro

Fotografia: João Marcelino / Espalha-Factos

É um regresso mais sólido à ficção e à representação, depois de uma pausa para fazer muitas formações, apostei muito na minha formação como atriz, que já pude aplicar sem dúvida alguma neste trabalho“, revelou a estrela.

João Catarré, que será o par romântico, promete que “a história vai apaixonar todos os portugueses“.

Polémica no Casados? “Há sempre

Diana Chaves volta a apresentar Casados À Primeira Vista, ainda sem data anunciada para estrear. A apresentadora promete que a edição vai ser “mais intensa e apaixonante“. A ela juntam-se Eduardo Torgal e Cris Carvalho, coaches, Alexandre Machado, neuropsicólogo e Fernando Mesquita, psicólogo e sexólogo. Serão eles os responsáveis por formar novos casais e aconselhá-los ao longo da sua passagem pelo formato.

Quando questionada sobre a possibilidade de novas polémicas no programa, a apresentadora é evasiva. “Polémica há sempre, até dentro das nossas casas“, afirma entre risos. “É inevitável. As pessoas dão se bem, mas há momentos, especialmente nestes casos em que as pessoas não se conhecem e mesmo que as coisas corram bem, com o convívio intenso podem proporcionar-se alguns momentos mais acesos. Haverá de tudo“, explica Diana Chaves.

João Manzarra e Diana Chaves

João Manzarra e Diana Chaves serão as caras das principais apostas do entretenimento (Fotografia: João Marcelino / Espalha-Factos)

São pessoas diferentes, são outros casais. Tudo se pode esperar e acho que não podem perder, porque vai valer a pena“, assegura a anfitriã do formato.

No entretenimento familiar, João Manzarra está de volta. O apresentador vai concretizar os desejos que as crianças têm para os seus familiares e amigos no programa Árvore dos Desejos, que não tem ainda data de estreia anunciada, mas deverá ocupar um dos horários nas noites de fim-de-semana.

O apresentador considera que este é um programa “mágico e fantástico“, adiantando que lidar com crianças foi fácil e que o fez refletir “ou há algo no meu estado adulto que permite entender as crianças tão bem ou eu, de facto, não passei do estado criança e isto transforma-se numa brincadeira“.

Informação reforçada na rentrée

Em pleno período pré-eleitoral, a informação vai estar reforçada. Rodrigo Guedes de Carvalho e Clara de Sousa apresentaram as novidades, que passam pela utilização da tecnologia para explicar e apresentar todos os resultados eleitorais a 6 de outubro, mas também por rubricas como Casos de Polícia, Vidas Suspensas ou ainda o norte-americano 60 Minutos. Em destaque principal fica uma versão diária do Polígrafo.

Bernardo Ferrão SIC

Fotografia: João Marcelino

A rubrica de fact-checking conduzida por Bernardo Ferrão vai estar no ar de segunda a sexta-feira a partir de 17 de setembro para verificar as afirmações dos políticos em campanha e concorrer diretamente com Gente Que Não Sabe Estar, de Ricardo Araújo Pereira, que fechará o Jornal das 8 da TVI no período da campanha eleitoral.

Presente na apresentação, mas ainda sem lugar confirmado na grelha, esteve Manuela Moura Guedes, cujo espaço de comentário deveria regressar em outubro, mas não teve novidades anunciadas durante este momento de revelação das novas apostas da estação de Paço de Arcos.

Francisco Pedro Balsemão promete “O futuro à SIC pertence”. Ao que tudo indica, 2019 é mesmo o ano do regresso dos títulos à estação que foi líder ininterruptamente entre 1995 e 2004.