A versão live-action do clássico O Rei Leão atingiu um importante marco ao afirmar-se como o filme mais visto de sempre nas salas de cinema portuguesas. De acordo com dados disponibilizados pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual, 1 milhão e 221 mil pessoas assistiram à recente produção da Disney, desde a sua estreia a 18 de julho de 2019.

A película, exibida em formato original e dobrado, facturou cerca de 6 milhões e 694 mil euros. Está nos cinemas há 46 dias, 35 dos quais como número um nas bilheteiras lusas.

O recorde de filme mais visto em Portugal pertencia, até então, a Avatar (2009), realizado por James Cameron. Levou 1 milhão e 207 mil espectadores ao cinema, somando receitas próximas dos 7 milhões de euros. O ranking dos filmes mais vistos em Portugal entrou em vigor em 2004 e conta com nomes como Mamma Mia! (2008), Mínimos (2015),  e Velocidade Furiosa 7 (2015) na liderança.

O Rei Leão é o filme mais visto em Portugal

Simba, Timon e Pumba. (Fotografia:Divulgação/NOS Audiovisuais)

O Rei Leão transformou-se, igualmente, num fenómeno a nível internacional, segundo adianta o Box Office Mojo. Para além de deter a sétima posição entre os filmes mais vistos à escala global, é, também, a décima terceira longa-metragem mais lucrativa nos Estados Unidos. Frozen (2013) desceu do seu duradouro pedestal: a disputa pela Pedra do Reino prevalece enquanto jóia da coroa da Walt Disney Pictures.

Lê Mais Crítica. O Rei Leão é quase tudo o que queríamos

De novo, a narrativa centra-se no quotidiano de Simba, um pequeno leão que está destinado a governar “tudo o que a luz toca”, contando com o auxílio do pai, o rei Mufasa. No entanto, Scar, irmão do monarca, não olha a meios para eliminar a cria e reivindicar o que é seu por direito. Entre aventuras e desventuras, Simba embarca em plena jornada de autodescoberta na tentativa de contrabalançar a paz do Hakuna Matata, com novas responsabilidades. A batalha final aproxima-se e nada voltará a ser como dantes.