A dias da estreia da segunda temporada de Elite, que arranca a 6 de setembro e promete aumentar ainda mais a tensão, continua a dar que falar a abordagem mais atrevida que a série juvenil espanhola faz das relações amorosas e das cenas de sexo entre as várias personagens.

Depois de, na primeira temporada, não terem faltado momentos ousados, o Espalha-Factos já viu os novos episódios e a segunda temporada vai manter a pulsação elevada.

Christian (Miguel Herrán), Carla (Ester Expósito) e Polo (Álvaro Rico) foram responsáveis por alguns dos momentos mais quentes da primeira temporada e partilharam aquela que foi a sua sensação relativamente a esses momentos em declarações ao Express.co, citadas pelo site Formula TV.

Carla, Polo, Christian - Elite

Fotografia: Netflix / Reprodução

Eu gostei“, assegurou Ester. “Pensei que veríamos aqui um triângulo entre pessoas realmente incomum e não o típico. E porque não experimentar e descobrir coisas sobre ti mesma?“, sublinha a atriz. Miguel Herrán explica que desde o início que os três atores tiveram “muitas conversas” sobre as várias cenas de sexo que teriam de rodar, no entanto “no fim de contas, somos companheiros num ambiente íntimo e muito respeitoso. É uma parte do trabalho e não me parece assim tão dramática“, asseverou em declarações ao site Ecartelera.

Para reduzir os nervos nestes momentos de rodagem e vencer a timidez, tanto Miguel Herrán como Álvaro Rico usaram meias a tapar os genitais. “Tínhamos que estar praticamente nus no set. Eu vestia roupa interior bege, mas os rapazes tinham de usar isso“, adiantou Ester Expósito.

No meu primeiro dia de rodagem tive logo a primeira cena de sexo que a minha personagem tem na série. Estava um pouco nervosa, mas como o fazes com uma equipa reduzida e já conhecendo o teu colega, no fim é apenas mais uma cena. Não há assim tanta diferença, se estiveres confortável, as coisas decorrem normalmente“, garantiu a atriz.

Jaime Lorente sem meias medidas

Jaime Lorente, também conhecido de La Casa de Papel e que, em Elite, dá a vida a Nano, não é tímido na altura de falar acerca das cenas mais fogosas que teve com María Pedraza, que interpretou Marina, a protagonista da primeira temporada. “Temos uma confiança bestial e gostamos muito um do outro“, explicou ao site El Cofre Suena, adiantando que as meias não eram para ele. “Acabei por tirá-la porque não havia quem aguentasse aquilo ali. Muito incómodo… e… é um ser vivo!“, gracejou o ator.

Danna Paola, que vive Lucrecia na ficção, também falou sobre as suas cenas com Miguel Bernardeau (Guzmán). Encarando com naturalidade, “porque isso é Elite“, a atriz explica que foi fácil. “Não me custou o trabalho, na verdade. O importante é tudo o que fizemos antes das gravações, para preparar isso“, garantiu.

Danna Paola Miguel Bernardeau Elite

Danna Paola e Miguel Bernardeau protagonizam algumas das cenas mais quentes da primeira temporada