É correto dizer que o mundo está repleto de lugares lindos e fantásticos. A mistura das cores e a luz do sol ou da lua, o brilho de pedras e o contraste da luz… todos esses são fatores que, tanto artificiais quanto naturais, podem entreter os olhos por horas e horas, principalmente para um bom apreciador das maravilhas que a Terra abriga.

Neste caso, vamos tentar focar-nos em lugares onde a natureza e o rústico predominam, diferente de Las Vegas, a cidade das apostas, onde se vê todo o tipo de luz de dia e noite ou Nova Iorque, a “cidade dos prédios”. Então, acompanha agora uma lista com cinco lugares lindos, selecionados para que fiques contagiado com a beleza.

Machu Picchu é uma pequena cidadela de origem inca localizada no alto da Cordilheira dos Andes no Peru (contornam o lado ocidental da América do Sul, estão entre as mais extensas cordilheiras do mundo inteiro e seu relevo variado abrange geleiras, vulcões, pradarias, desertos, lagos e florestas). Construída no século XV e desabrigada tempos depois, ela é conhecida pela cadeia de muralhas rochosas seguidas, na qual grandes blocos foram moldados sem vestígios do uso de argamassa. As construções antigas eram extraordinárias, ainda mais se levar em conta a ausência de recursos tecnológicos do período vivido.

Macchu Picchu

A grande Veneza, capital da região de Veneto, no Norte da Itália. Veneza é formada por mais de 100 pequenas ilhas numa lagoa localizada no Mar Adriático. A cidade não conta com estradas, apenas canais, repletos de palácios góticos e renascentistas. Canais esses que são grande ponto turístico, havendo diversos passeios de barco pelo meio deles. Na praça central da cidade, a Piazza San Marco, ficam a Basílica de São Marcos, a mais famosa das igrejas de Veneza e um dos melhores exemplos da arquitetura bizantina, coberta de mosaicos bizantinos, e o campanário, com uma linda vista para os telhados vermelhos da cidade. Um belo lugar para se passar uma lua de mel ou para levar a pessoa que mais gostas a passear.

 

veneza

Fotografia: Valdiney Pimenta

No Brasil, o Parque Estadual de Terra Ronca foi criado pela Lei 10.879, de 7 de julho de 1989. O parque está localizado nos municípios de São Domingos, região nordeste do Estado de Goiás, na região centro-oeste do Brasil. Possui uma área de, aproximadamente, 57.000 hectares.

Fotografia: Caio Ribeiro

As Ilhas Phi Phi são de posse da Tailândia e ficam localizadas entre a Ilha Phuket e o continente, no Oceano Índico. Integradas no Parque Nacional Phi Phi-Hat Nopparat, têm medidas especiais proteção ambiental. São consideradas como um ambiente mais do que digno a ser preservado, também por questões turísticas.

Ficheiro:Isla Phi Phi Lay, Tailandia, 2013-08-19, DD 04.JPG

Fotografia: Diego Delso / Wikimedia Commons

Santorini é uma das ilhas Cíclades no Mar Egeu. Ela foi devastada por uma erupção vulcânica no século 16 a.C, moldando para sempre a sua paisagem ondulada. As casas brancas, em formato de cubo, das duas principais cidades, Fira e Oia, ficam no topo da pequena cidadela acima da cratera submersa.

A beleza dessas cidades inspirou também grandes realizadores de filmes, produtores de jogos, desenhos e animes a criarem as suas obras com inspiração nesses lugares e também levou vários desses autores a criar e desenvolver o próprio enredo de suas criações nesses lugares.

Fotografia: Pedro Szekely

 

Que tal conhecer alguns exemplos de inspiração em locais reais?

Sonic Unleashed Apotos

Claramente inspirada na cidade grega, Apotos é um continente fictício baseado em Santorini, após os developers realizarem uma viagem para diversos lugares. O jogo também conta com outros lugares no mundo.

Jojo Bizarre Adventure parte 5 – Vento Áureo

JoJo’s Bizarre Adventure é um manga japonês escrito e ilustrado por Hirohiko Araki. Na parte 5 do manga, que se passa na Itália, numa parte do enredo, a cidade de Veneza é habitada pelos protagonistas.

E tu, conheces mais alguns exemplos?