Spider-Man pode estar prestes a sair do Universo Cinematográfico Marvel (MCU), por falta de acordo entre Disney e Sony. As negociações chegaram a um impasse, mas ainda existe esperança que ambas as partes consigam chegar a um consenso.

O meio de comunicação Deadline começou por noticiar que o aranhiço estava fora, em definitivo, da saga cinematográfica da Marvel. No entanto, várias fontes vieram entretanto afirmar que, apesar das negociações estarem complicadas, ainda existe uma possibilidade de tudo ser resolvido.

A disputa entre as duas empresas passa pela Disney exigir que o financiamento dos próximos dois filmes planeados para Spider-Man seja dividido a meio pelas duas partes. A Sony propõe continuar o acordo atual, em que a Disney recebe 5% da bilheteira no dia de estreia.

Nenhuma das empresas tem dado o braço a torcer nas negociações e recusaram cedências sugeridas pela outra parte. Uma das ideias da Disney foi incluir Venom Morbius, ambos controlados pela Sony, no MCU. A multinacional japonesa terá rejeitado esta proposta.

Lê também: MATRIX 4 ESTÁ CONFIRMADO E CONTA COM KEANU REEVES
Kevin Feige, presidente dos estúdios da Marvel

Kevin Feige, presidente dos estúdios da Marvel

Muitos milhões em jogo

É de recordar que os direitos cinematográficos de Spider-Man pertencem à Sony. A Marvel chegou a acordo, em 2015, para utilizar a personagem interpretada por Tom Holland no seu universo de filmes.

Far From Home era o último projeto do acordo original e o filme teria de, obrigatoriamente, ultrapassar a marca dos mil milhões de dólares (cerca de novecentos milhões de euros) para um novo negócio ser acordado. O objetivo não só foi alcançado, como superado, pois a mais recente aventura do super-herói superou 007: Skyfall para se tornar o filme produzido pela Sony mais bem sucedido de sempre na bilheteira.

Com planos para mais dois filmes e potenciais aparições de outras personagens do mesmo universo, Spider-Man é uma propriedade aliciante para qualquer produtor. O sucesso de Far From Home na bilheteira não deve dar muita motivação à Sony para partilhar o lucro. Mesmo assim, o trabalho do produtor da MarvelKevin Feige, é reconhecido por todos como aspeto fundamental nos resultados obtidos.

Lê também: SONY CULPA DISNEY PELO FIM DO ACORDO POR SPIDER-MAN