Uma fonte oficial do Banco de Espanha revelou à revista Bloomberg que o cofre da terceira temporada de La Casa de Papel existe mesmo.

Na última temporada da série, os ladrões mais conhecidos da televisão decidem desafiar o governo e assaltar o Banco de Espanha. Além dos habituais fatos vermelhos e das máscaras de Salvador Dali, o grupo vai munido de máscaras e botijas de oxigénio, fatos de mergulho e barbatanas.

La Casa de Papel: cofre aberto

Créditos: MCETV

Isto porque o cofre blindado do banco (onde está o ouro) tem um sistema de segurança de inundação automática em caso de roubo. Aquilo que parecia uma fantasia é, afinal, bastante real. E quem o diz é o porta-voz do Banco de Espanha.

Porém, há uma ligeira diferença: em vez de existir apenas uma porta blindada no caminho do ouro, há três! A primeira pesa 16,5 toneladas e, de acordo com o porta-voz, a porta está tão perfeitamente desenhada que até um simples pedaço de lixo impediria que esta fechasse.

Cofre do Banco de Espanha

Fonte: Banco de España

Lê Também: George R. R. Martin considera que Game of Thrones “não foi muito boa” para ele

Existe ainda um elevador que desce até aos 35 metros de profundidade. Aí há uma antecâmara e uma ponte levadiça, que leva até à segunda porta blindada. Se os ladrões assaltassem na realidade o banco, era nesse local que o sistema de segurança ia ser ativado, inundando por completo o cofre.

A construção do sistema ocorreu em meados de 1930, época em que ainda não existiam sistemas de videovigilância. Deste modo, toda a segurança era baseada em barreiras físicas.

O porta-voz do banco afirma que desde a conclusão da obra nunca houve “uma tentativa de entrada não autorizada”. Por todos estes motivos, os guionistas da série não resistiram a criar uma forma criativa de contornar o sistema de segurança do Banco de Espanha.

A série La Casa de Papel vai na terceira temporada e, aquando da estreia, foi o conteúdo da Netflix mais visto em Espanha, Itália, França, Portugal, Brasil, Chile e Argentina .