O festival Sónar 2019 já arrancou na cidade de Barcelona. No primeiro dia do festival catalão atuaram nomes como Sevdaliza, Arca, Dengue Dengue Dengue ou o duo de DJ’s Snakehips. Em paralelo decorreu o Sónar +D, dedicado à promoção da criatividade e novas tecnologias.

De entre as atividades que se destacaram no Sónar +D, destacamos a talk feita pela produtora CANADA. Mas quem é a CANADA e a que se dedica? Desde 2008 que esta é mais que uma produtora audiovisual, senão também uma plataforma de realizadores emergentes que trabalha nas áreas de videoclips, publicidade e arte.

Durante estes mais de dez anos já trabalharam com nomes como Justice, Rosalía, Scissor Sisters ou Tame Impala. Dividem o seu trabalho entre Barcelona e Londres e recentemente assinaram trabalhos como Malamente e Pienso en tu mirá, de Rosalía ou Candela, de Bad Gyal.

CANADA’S SECRET VAULT

Nesta conversa, Oscar Romagosa – produtor executivo e diretor da CANADA – apresentou-nos um sneak peek do trabalho desenvolvido no estúdio. Não só a metodologia desenvolvida por de trás do trabalho criativo, como as inovações deste mesmo trabalho e os segredos que prendem a atenção ao público.

Entre os segredos desta produtora está a linguagem visual única que traz e aplica aos universos da publicidade, das marcas e dos artistas. Isto faz não só com que a CANADA consiga uma assinatura própria e uma forma de comunicar que a diferencia das demais produtoras, como também – num último plano – a faz trabalhar e chegar às grandes massas, sendo os videoclips que produz a tradução disso mesmo.

The Prodigy

Como carta guardada debaixo da manga e num avance exclusivo nesta talk, o novo videoclip de The Prodigy. A canção We live forever produzida antes do falecimento do vocalista da banda Keith Flint, no passado mês de março.

LÊ TAMBÉM: SÓNAR 2019: O FESTIVAL QUE COMBINA MÚSICA, ARTE E TECNOLOGIA

CANADA é o reflexo de “se acreditares num projeto, seja na tua terra ou fora, poderás chegar a qualquer lugar”, como nos explicou Oscar. É também a sinergia de três realizadores – os fundadores da produtora -, de três votos em comum e da vontade de quererem fazer mais e melhor. Quando questionados sobre o significado do nome explicam que não são o país, mas que tal como o Canadá, são um local – virgem – onde diferentes culturas se mesclam.