A Netflix modificou o episódio da série 13 Reasons Why onde apareciam imagens do suicídio da protagonista Hannah Baker (Katherine Langford), passando agora essa parte da ação a ocorrer de forma totalmente oculta para os espectadores, anunciou a plataforma de streaming.

A cena, bastante gráfica, tinha a duração de três minutos, e é alterada dois anos depois da sua transmissão original.

Vários jovens disseram-nos que 13 Reasons Why os encorajou a iniciar conversas sobre assuntos delicados como a depressão e o suicídio e a procurar ajuda – em muitos casos pela primeira vez“, escreveu a Netflix num comunicado. “Dado que nos preparamos para lançar a terceira temporada este verão, temos estado atentos ao debate em curso acerca da série. E, então, depois de nos aconselharmos com especialistas, (…) decidimos editar a série da primeira temporada em que a Hannah tira a própria vida“, acrescentam.

Esta cena, que agora vai desaparecer, era parte do final da primeira temporada. Agora, os espectadores apenas verão a reação dos pais à morte da protagonista. A Netflix disse ao The Hollywood Reporter que vai estar também a monitorizar ativamente as versões pirateadas da série, para evitar que sejam disponibilizadas edições do episódio que contenham a cena.

O criador e produtor da série Brian Yorkey também já se manifestou sobre a mudança, através de um tweet em que reafirma o objetivo da série em “ajudar os jovens espectadores a sentirem-se vistos e ouvidos“, bem como a “encorajar a empatia em todos os que a vêem“. “A nossa intenção ao retratar a horrível e dolorosa realidade do suicídio com detalhes tão gráficos na primeira temporada era contar a verdade sobre o horror de um ato assim, e tornar claro que ninguém deveria desejar fazê-lo“, defendeu.

Este ano, um estudo publicado na Revista da Academia Americana de Psiquiatria Infanto-Juvenil conclui que a transmissão da série coincidiu com um grande aumento de suicídios entre os jovens com idades entre os 10 e os 17 anos. O retrato realista do suicídio de Hannah Baker foi citado pelos especialistas como sendo um particular fator de risco. Os investigadores sublinharam que apenas podem apontar correlação e não causa, mas este foi um fator suficiente para aprofundar a conversa em torno do impacto potencial da série, que já tinha sido iniciado por altura da sua estreia, em 2017.

A terceira temporada de 13 Reasons Why deverá estrear este verão e apesar de a Netflix ter afirmado que não irá incluir nenhuma dramatização de suicídio, é possível que o regresso da produção volte a trazer à tona a discussão sobre o tema, surgindo esta remoção das imagens como uma forma de reduzir o impacto negativo em torno da série.