Luís Cabral foi aprovado oficialmente esta sexta-feira (12) como o novo presidente executivo da Media Capital, substituindo Rosa Cullell, cuja saída começou a ser noticiada desde a última semana.

A administradora espanhola liderava o grupo desde 2011 e, ao longo do último ano, começou a iniciar a sucessão. Luís Cabral é, segundo um comunicado enviado à CMVM, um nome “há vários anos ligado ao grupo” e esta alteração na liderança vai assegurar “uma transformação que tem vindo a ser desenhada tanto nos conteúdos de televisão como dos conteúdos digitais, e que será agora concretizada“.

Cabral, que nos últimos anos esteve ligado ao negócio das rádios e é um quadro do grupo desde 1997, não foi a única alteração na administração. Miguel Pais do Amaral, historicamente ligado ao grupo, abandona o posto de presidente do Conselho de Administração, que passa a ser ocupado por Miguel Mirat Santiago. Pires de Lima, militante do CDS e antigo ministro da Economia, deixa o conselho de administração.

De acordo com Rosa Cullell, que é citada pelo Público, a substituição começou a ser preparada no início do ano e a administradora recomendou duas ou três pessoas para ocupar o seu lugar, cabendo a decisão final à Prisa, acionista maioritária. O Luís Cabral “é o tipo de líder com visão, que sabe fazer equipa e que pode funcionar muito bem nesta altura do grupo Media Capital”, afirmou a executiva ao diário.