A 26ª edição do Festival Sónar está a chegar a Barcelona e promete combinar música, criatividade e tecnologia, entre os dias 17 e 20 de julho. Um espaço que se assume como congregador dos sons urbanos e electrónicos com a criação artística e tecnológica.

Fonte: Festival Sónar 

Não só este festival será uma “gigante celebração da música do futuro”, como garante a organização, como contará com algumas das maiores estrelas emergentes. Em mais de 140 atuações, divididas em 89 concertos e 51 DJ sets espalhados por dez palcos, algumas dos shows serão premieres. Em 12 destes espetáculos serão utilizadas inovações tecnológicas, inteligência artificial ou experimentação científica ao vivo.

Fonte: Festival Sónar

Em paralelo e na Fira Montjuïc decorrerá o Sónar+D 2019, o 7º Congresso em Tecnologias Creativas. Em mais de 150 atividades, o evento terá como foco o design experimental, a inteligência artificial aplicada às artes e o futuro da internet nos próximos 30 anos. Este ano também regressa o Sónar 360º by MEDIAPRO. O espaço é dedicado a uma experiência audiovisual completa, conjugando imagem e som.

LÊ TAMBÉM: THE BARE CONCEPT: O CORPO E A MENTE ESTÃO NAS RAÍZES DO NEGÓCIO DE DOIS IRMÃOS

Durante os dias de Sónar+D irá decorrer um innovation challenge, uma parceria da Universitat Pompeu Fabra e de empresas como a Telefónica Alpha ou a Universal Music Group. O objetivo é desenvolver – em equipas multidisciplinares compostas por programadores, artistas, especialistas em marketing e produtores – a produção de desafios e concepção de protótipos.

Fonte: Festival Sónar

No que à responsabilidade social diz respeito, este festival segue o exemplo de outros, quer na Catalunha, quer fora. Não só haverá o já tradicional copo reutilizável, por 2€ e que poderá ser devolvido no final do festival. À parte do álcool, também as drogas são um ponto que o festival não esquece, tendo uma parceria com a Energy Control, de forma a analisar, prevenir e reduzir os riscos no consumo de estupefacientes no recinto do festival.

Também, à semelhança do Primavera Sound, haverá um protocolo relativo aos temas de assédio, violência sexual ou situações de risco. A iniciativa é um trabalho conjunto entre as organizações dos festivais, equipas de segurança, Ajuntament de Barcelona e Generalitat de Catalunya.